30/06/2013

Risotto de cevada com espargos e limão/Barley risotto with aspargus and lemon

Infelizmente, o Google Reader encerra as suas portas amanhã, com muita pena minha pois era/sou utilizadora habitual. Depois de muito pesquisar sobre uma alternativa decidi obtar pelo Feedly. Esta alternative deixa-me colocar os post's dos blogues que normalmente leio por categorias e dá-me a possibilidade de atribuir etiquetas a cada post. O que me facilita imenso a vida, pois se eu precisar de alguma inspiração para usar este ou aquele ingrediente é só ir às minhas etiquetas e seleccionar o que pretendo.
A transição do Google Reader para o Feedly também é super fácil e rápida de fazer, apresentando um modelo mais moderno e dinâmico, a meu ver.
E vocês já mudaram? Qual foi a alternativa que escolheram? Acham que foi para melhor?
Para acabar com os últimos espargos da estação decidi fazer um risotto com cevada, que substitui muito bem o arroz, na minha opinião, e quebra a rotina.
Ingredientes:
- 1,5 L de caldo de vegetais
- 15 ml de azeite
- 2 chalotas
- 1 dente de alho
- 400 gr. de grão de cevada
- 300 ml de vinho branco espumante
- 300 gr. de espargos
- raspas da casca de 1 limão
- 60 gr. de queijo parmesão
- 2 colheres de sopa de salsa picada finamente
- 50 gr. de manteiga
- Sal q.b.
- Pimenta preta moída na hora
Modo de preparação:
1º Passo: Leve os espargos a cozer em água e sal durante cerca de 4 minutos. Retire do lume, passe os espargos por água fria e corte-os em troços de 2 cm.
2º Passo: Leve ao lume uma panela com o azeite. Quando o azeite estiver quente adicione as 2 chalotas picadas finamente. Adicione o dente de alho picado. Tempere com sal e pimenta. Mexa durante cerca de 3-5 minutos, junte o grão de cevada e mexa durante cerca de 3-4 minutos. 
3º Passo: Adicione o vinho branco, e mexa até todo o liquido ser absorvido. Adicione uma concha de sopa de caldo e deixe que todo o liquido seja absorvido, repita esta processo até a cevada estar al dente. A meio da cozedura adicione os espargos cortados em troços de 2 cm (excepto as pontas dos espargos) e as raspas do limão.
4º Passo: No final do processo de cozedura, adicione 30 gr. de parmesão e a manteiga. Sirva, coloque por cima as pontas dos espargos, mais parmesão ralado e a salsa picada.
Notas: Tenha atenção ao nível do sal que coloca pois o queijo já é bastante salgado.
            Eu costumo guardar a água de cozedura dos espargos para utilizar em sopas ou em caldos.


In English




Unfortunately, Google Reader closes its doors tomorrow, to my regret cos I was/am habitual user. After a lot of search on the web I decided to choose Feedly. This alternative lets me sort the posts of the blogs that I normally read by category and gives me the possibility to attribute tags to each post. This makes my life easier because when I need some inspiration to use this or that ingredient, I just go to my tags and select what I want.

The transition from Google Reader to Feedly is also super easy and quick to make, and Feedly has a more modern and dynamic presentation, in my view.

Have you changed? What alternative did you choose? It is a better one?

With the asparagus season coming to an end I decided to use the last ones to make a risotto with barley, which replaces the rice very well in my opinion, and breaks the routine.


Ingredients:

- 1.5 L of vegetable stock
- 15 ml of olive oil
- 2 shallots
- 1 clove of garlic
- 400 gr. barley grain
- 300 ml of sparkling white wine
- 300 gr. asparagus
- Zest of 1 lemon
- 60 gr. Parmesan cheese
- 2 tablespoons finely chopped parsley
- 50 gr. butter
- Salt
- Freshly ground black pepper

Preparation:

Step 1: Take the asparagus to cook in salted water for about 4 minutes. Remove from heat, pass the asparagus under cold water and cut them into 2 cm sections.

Step 2: Bring to the boil a pan with olive oil. When the oil is hot, add the finely chopped shallots. Add the chopped garlic clove. Season with salt and pepper. Stir for about 3-5 minutes, add the barley grain and stir for about 3-4 minutes.

Step 3: Add the white wine and stir until all the liquid is absorbed. Add a ladle of stock and stir until all the liquid is absorbed, repeat this process until the barley is nearly al dente. Halfway through, add the asparagus cut into sections of 2 cm (excluding the tips of the asparagus) and lemon zest.

Step 4: At the end of the cooking process, add 30 gr. Parmesan and butter. Serve, top with the asparagus tips, more grated Parmesan and chopped parsley.

Notes: Pay attention to the salt, because the cheese is already quite salty.
            I usually keep the asparagus cooking water to use in soups or broths.

Imprimir

24/06/2013

Tarte de tomate com queijo de cabra e pesto/Tomato tart with goat's cheese and pesto

Queria dizer às pessoas que não são fãs de queijo de cabra que esta receita pode ser feita com outro queijo creme e que fica boa na mesma, mas para quem realmente gosta de queijo de cabra tem de fazer esta receita ASAP.
 
 
Para mim as receitas e os menús é como as modas de Outono-Inverno, Primavera-Verão, primeiro porque gosto de esperar pelos produtos de cada estação para fazer receitas novas e diferentes (na moda podemos falar de combinações de looks e cores diferentes), segundo porque aparecem sempre no mercado alguns ingredients novos e inesperados e isso para pessoas como eu é o auge (na moda novas tendências e estilos de roupa), terceiro no Verão por exemplo, como muitos mais gelados do que no Inverno o que me leva a experimentar muitas receitas de gelados no Verão (na moda gosto muito mais de usar calções no Verão do que no Inverno), esta lenga lenga toda para vos dizer que esta tarte é o meu novo vicío desta época Primavera-Verão, como de uma linda peça de roupa, sapatos ou acessório se tratasse e que eu tivesse comprado. E por mais alternativas que tenha parece que acabo sempre por escolher a mesma peça, por gostar tanto dela e as outras parecerem-me muito simples e não me ficarem bem. Pois tenho precisamente esse sentimento com esta tarte, é das melhores que eu já fiz até a data e combina tão bem com a época Primavera-Verão 2013 que parece-me que qualquer outra ao pé desta não consegue ter o mesmo valor e sabor. Por isso caros leitores não sei do que é que estão à espera para que esta seja  também a vossa tarde desta época...tem o look, o contraste das cores e brilha em qualquer festa ou picnic, sucesso garantido.
 
 
Para além disso uma vez que ainda estamos na época do tomate esta é uma excelente receita para aproveitar todo o seu explendor. Eu prefiro utilizar os tomates à temperature ambiente, pois tira-se melhor partido de todo o seu sabor.
 
Ingredientes:
 
- 1 placa de massa quebrada
- 300 gr. de queijo crème de cabra
- 1 chalota
- Raspas da casca de um limão
- 1 mão cheia de folhas de mangericão fresco
- Sal q.b.
- Pimenta preta moída na hora
- 3-5 tomates carnudos para salada
- 1 cebola roxa grande
- Folhas de rúcula q.b.
- 2 colheres de sopa de pesto
- Pinhões
 

Modo de preparação:
 
1º Passo: Pré-aqueça o forno a 190ºC. Estenda a massa e coloque-a sobre uma forma redonda com fundo amovível de 23 cm. Leve a massa ao congelador durante cerca de 10 minutos. Retire do congelador e coloque uma folha de papel vegetal por cima da massa e espalhe feijões ou outro para fazer peso sobre a massa. Leve ao forno durante 15 minutos, retire do forno remova o papel vegetal com os feijões e leve ao forno por mais 5 minutos ou até a massa ficar bronzeada. Retire e deixe arrefecer completamente.
 
2º Passo: Misture o queijo de cabra com a chalota, raspas de limão e mangericão finamente picado. Tempere com sal e pimenta e espalhe sobre o fundo da massa da tarte. Coloque o tomate fatiado em rodelas finas sobre o queijo, alternando com fatias da cebola roxa. Espalhe o pesto sobre o tomate e cebola, decore com a rúcula e os pinhões e sirva.  Vai ver que não se vai arrepender.
 
A única parte chata é ter-se de ligar o forno, mas acreditem que vale bem, bem a pena.

Notas: Eu costumo preparar a massa no dia antes.

In English


I want to tell to people who are not fans of goat cheese that this recipe can be made with cream cheese and is as good, but for those who really like goat cheese you must make this recipe ASAP.


For me the recipes and menus are like fashion, with separate inspirations for Autumn-Winter and Spring-Summer. Firstly, because I like to wait for the products of each season to make new and different recipes (in fashion we speak of combinations of different looks and colors) and second because new and unexpected ingredients always appear in the market, which, for people like me is the height (in fashion trends and clothing styles). Thirdly, in summer, for example, I eat much more ice-cream than in the winter (I wear shorts much more often in summer than in winter). This tart is my new addiction this Spring-Summer season, just as a beautiful piece of clothing, shoes or accessories that I had bought would be. With clothes, however many alternatives that I have, I always end up choosing the same piece, because I like it so much and others seem to me very simple and do not go well. This is precisely how I feel about this tart, it is the best I've ever done and combines so well with the season Spring-Summer 2013 it seems to me that any other cannot have the same value and flavor. So dear readers I do not know what are you waiting for, it has to be your summer tart for this season ... it has the look, the color and shines at any party or picnic. Guaranteed success!


Furthermore since we are still in tomato season this is a great recipe for making now. I prefer to use the tomatoes at room temperature; it takes up most out of their flavor.


Ingredients:


- 1 pack of puff pastry
- 300 gr. goat´s cheese
- 1 shallot
- Grated peel of one lemon
- 1 handful of fresh basil leaves
- Salt qb
- Freshly ground black pepper
- 3-5 beef tomatoes
- 1 large red onion
- Wild rocket
- 2 tablespoons of pesto

- Pine nuts


Preparation:


Step 1: Preheat oven to 190 ºC. Roll out the dough and place it on a 23 cm round shape with removable bottom. Place the dough in the freezer for about 10 minutes. Remove from freezer and place a sheet of parchment paper over the dough and sprinkle beans or similar to put weight on the dough. Bake for 15 minutes, remove from oven and remove the parchment paper with the beans and bake for another 5 minutes or until dough is browned. Remove and let cool completely.


Step 2: Mix the goat´s cheese with the shallot, lemon zest and finely chopped basil. Season with salt and pepper and spread on the bottom of the pastry shell. Place the thinly sliced
​​tomatoes over the cheese, alternating with slices of red onion. Spread the pesto over the tomatoes and onions, garnish with wild rocket, pine nuts and serve. You will see that you will not regret taking the time to make the tart.


The only annoying part is having to turn on the oven, but believe me it is well, well worth it.


Notes: I usually prepare the dough the day before.




Imprimir

17/06/2013

Feijoada de bacalhau/Cod & white bean stew

O bacalhau é um daqueles peixes que é super versátil, dá para realmente fazer de 1001 maneiras. E mesmo para muitas pessoas que torcem o nariz ao peixe, o bacalhau por vezes é dos únicos peixes que ainda conseguem comer. Tenho alguns amigos que não gostam de peixe, mas gostam de bacalhau e cada vez que lhes digo que bacalhau é peixe - logo gostam de peixe; eles dizem-me que bacalhau não caí na categoria de peixe.

Mas verdade seja dita eu gosto tanto de bacalhau salgado como de bacalhau fresco, e acho que ambos dão para ser confeccionados de muitas maneira, é só puxar pela imaginação. Apesar de os dias começarem a ficar mais quentes, esta feijoada é uma boa opção para todo o ano, pois agora dá para comer tipo salada fria e fica óptima (sem os ovos). Como sempre acho que esta feijoada ou qualquer outra sabe sempre melhor no segundo dia. O facto de levar o ovo escalfado, para mim é como a cereja no topo de um lindo e exótico bolo de chocolate, não podia ser melhor.
Ingredientes:

- 500 gr. de feijão branco seco (ou enlatado)
- Água
- 2 folhas de louro
- 1 colher de sopa de paprika
- 2 dentes de alho
- 1 colher de sopa de azeite
- 1 cebola grande
- 3 cenouras
- 150 gr. de chouriça vermelha
- 3 colheres de sopa de azeite
- 1 dente de alho
- 2 latas de polpa de tomate
- 1 colher de sobremesa de açúcar
- Sal q.b.
- Pimenta preta moída na hora
- 1 ramo de coentros (reserve alguns para polvilhar no fim)
- 1 haste de tomilho fresco
- 500 gr. de bacalhau demolhado e desfiado em lascas
- 1 pimento vermelho
- 4 a 6 ovos

Modo de preparação:

1º Passo: Coloque o feijão de molho de acordo com as instruções do pacote. Quando o feijão estiver pronto coloque-o num tacho grande e cubra com água junte as folhas de louro, os 2 dentes de alho e a colher de sopa de azeite. Deixe cozer em lume brando durante cerca de 1 hora ou até o feijão estar macio.

2º Passo: Leve um tacho bem grande ao lume, adicione as colheres de sopa de azeite, junte a cebola picada finamente. Em seguida junte o dente de alho picado finamente, mexa durante cerca de 1 minuto. Adicione a chouriça previamente cortada em fatias fininhas e mexa durante breves minutos, junte a cenoura cortada em meias luas finas, deixe fritar um pouco, até a cenoura estar quase cozida.

3º Passo: Adicione a polpa de tomate e o ramo de coentros e tempere com sal, pimenta preta e açúcar, mexa e deixe cozinhar tapado até o tomate ficar macio. Introduza o bacalhau e o pimento vermelho cortado às tirinhas, tape e deixe cozinhar em lume brando durante cerca de 10-15 minutos.

4º Passo: Junte o feijão cozido e um pouco do caldo para conseguir cozer os ovos. Quando começar a ferver abra os ovos para uma taçinha e abra um espaço para os colocar por cima da feijoada. Deixe cozinhar até a clara estar branca mas a gema mal passada. Polvilhe com os restantes coentros e sirva.

Notas: Eu costumo cozer o feijão no dia antes, deixo arrefecer, remove as folhas de louro e os alhos e guardo o feijão com o molho no frigorífico.
           
Fonte: Inspirei-me numa receita da revista Vaqueiro de Janeiro de 2010.

In English
Cod is one of those fish that is super-versatile; you really can make it in 1001 ways. And even people who don’t like fish will often enjoy cod. I have friends who do not like fish, but do like cod and every time I say cod is fish, they tell me that cod doesn’t fall into the fish category.
I like both salted cod and fresh cod, and I think both can be cooked in many ways, just use your imagination. Although the days are beginning to get warmer, this white bean stew is a good option for the whole year, because now you can eat it cold, as a salad type (with no eggs). As always, I think this stew or any other tastes better on the second day. The poached eggs on the stew are, for me, the cherry on top of a beautiful and exotic chocolate cake and could not be better.
 


Ingredients:

- 500 gr. of dry white beans (or canned)
- Water
- 2 bay leaves
- 1 tablespoon paprika
- 2 cloves of garlic
- 1 tablespoon olive oil
- 1 large onion
- 3 carrots
- 150 gr. Red chorizo
- 3 tablespoons of olive oil
- 1 clove of garlic
- 2 cans of plum tomato
- 1 tablespoon of sugar
- Sal qb
- Freshly ground black pepper
- 1 bunch of cilantro (reserve some for sprinkling at the end)
- 1 stalk fresh thyme
- 500 gr. cod soaked and shredded into bits
- 1 red pepper
- 4 to 6 eggs


Preparation:

Step 1: Put the beans to soak according to package instructions. When the beans are ready place it in a large pot and cover with water, add the bay leaves, the garlic cloves and 2 tbsp of olive oil. Simmer on low heat for about 1 hour or until the beans are soft.

Step 2: Bring a very large pot on the hob, add the tablespoons of olive oil, add the finely chopped onion. Then add the finely chopped garlic clove, stir for about 1 minute. Add the chorizo previously cut into thin slices and stir for a few minutes, add the carrot cut into thin half moons, fry a little, until the carrot is almost cooked.

Step 3: Add the tomato pulp and the bunch of coriander and season with salt, black pepper and sugar, stir and cook covered until the tomato is soft. Add the cod and red pepper cut into strips, cover and cook on low heat for about 10-15 minutes.

Step 4: Add the cooked beans and a bit of broth to allow the eggs to cook. When it starts to boil, place one egg at a time on a small bowl and open a space to put them over the stew. Let it cook until the white is done but the yolk is underdone. Sprinkle with the remaining coriander and serve.

Notes: I usually cook the beans the day before, let them cool, remove the bay leaves and garlic and keep the beans with the sauce in the fridge.
   
Source: I was inspired by magazine Vaqueiro January 2010.
Imprimir

05/06/2013

Cheesecake de lima e côco/Coconut and lime cheesecake

Com os termómetros a subirem sabe mesmo bem comer uma sobremesa fresquinha ao final de um dia de calor, enquanto apreciamos o pôr-do-sol. A vida às vezes é recheada de pequenos momentos, pequenos hábitos e prazeres que nos preenchem o coração. E para mim esse é um deles.
Depois de um dia exaustivo de trabalho ou de stress, relaxar e deixar os problemas que nos assolam a cabeça de lado, enquanto nos deliciamos com algo. E se fôr preparado por nós acho que ainda desfrutámos mais desse momento. Não interessa se é uma sobremesa, bebida, prato principal, tanto faz...o que conta é desfrutarmos de algo que preenche ainda mais um momento mágico.
 
"Conheci" a Anna Olson através do canal da Food Network e devo dizer que sou fã dela. Faz sobremesas super simples e com um pequeno toque de mágia passam a ser gourmets. Assim que vi esta não pude resistir e tive de fazer. E não me arrependi em nada, é melhor do que aquilo que eu pensava. E como a lima é um dos meus frutos preferidos e o côco casa tão bem com ela, achei que esta sobremesa tinha tudo para ser maravilhosa.  Quem é que não gosta do cheirinho da lima quando a ralamos?
 
Ingredientes para a base:
 
 
- 2 chávenas de côco fresco ralado
- 1/4 chávena de açúcar branco
- 1/4 de farinha sem fermento
- 3 claras de ovo (à temperatura ambiente)
 
Ingredientes para o cheesecake:
 
 
- 800 gr. de queijo creme (tipo philadelphia à temperatura ambiente)
- 300 ml de leite condensado
- 1 colher de sopa de raspas de lima
- 2 colheres de sopa de extracto de baunilha
- 2 ovos L, à temperatura ambiente
- 1 gema de ovo L, à temperatura ambiente
- 1/2 chávena de sumo de lima
 
Ingredientes para o curd de lima:
 
- 2 ovos L
- 2 gemas L
- 1/2 chávena de açúcar branco
- 1 colher de sopa de raspas de lima
- 1/2 chávena de sumo de lima
- 1/2 chávena de manteiga sem sal cortada aos cubos
- 1/4 chávena de natas azedas
 
 
Ingredientes para a cobertura:
 
- 1 chávena de natas gordas
- 1 colher de sopa de leite em pó
- 2 colheres de sopa de açúcar branco
- 1 colher de sobremesa de extracto de baunilha

 
Modo de preparação:
 
1º Passo: Pré-aqueça o forno a 180ºC. Barre ligeiramente com manteiga derretida uma forma com fundo amovível de 25 cm.
 
 
2º Passo: Para a base, misture o côco, açúcar e farinha. Bata as clatas até formarem espuma e depois junte à mistura de côco. Pressione a mistura no fundo na forma (se achar que a mistura está a agarrar-se às suas mãos, molhe as mãos com água). Leve a base ao forno durante cerca de 18 minutos ou até começar a ficar bronzeada aos lado. Deixe arrefecer completamente antes de colocar o recheio.
 
3º Passo: Para o cheesecake, baixe a temperatura do forno para os 150ºC. Bata o queijo crème até ficar fofo e leve. Adicione o leite condensado e continue a bater. Junte a raspa da lima e extracto de baunilha em velocidade baixa. Junte os ovos e as gemas um a um, batendo muito bem em velocidade baixa, depois adicione o sumo de lima. Coloque sobre a base e leve ao forno durante 40 minutos, ou até os lados estarem cozidos mas o centro balance um pouco.Enquanto o cheesecake arrefece prepare o curd de lima.
 
4º Passo: Para o curd de lima, bata os ovos, com as gemas, açúcar, raspas e sumo de lima. Junte a manteiga e natas azedas e bata muito bem. Leve tudo ao lume numa panela de fundo grosso. Continue a bater, levará cerca de 10-15 minutos até engrossar. Filtre o curd com a ajuda de um passador. Coloque o curd por cima do cheesecake, deixe arrefecer à temperatura ambiente. Leve ao frigorífico por um mínimo de 6 horas (não cubra com papel celofane).
 
5º Passo: Para a cobertura, bata as natas com o leite em pó até obter picos suaves. Junte o açúcar e baunilha. Espalhe por cima do cheesecake , deixando 5 cm de curd à vista. Coloque mirtilos por cima da cobertura e sirva frio.
 
P.S. A chávena que utilizei tem a capacidade para 225 gr.

 
Notas: Este cheesecake aguenta até 3 dias no frigorifico.
Fonte: Do programa Bake with Anna Olson.

In English

Thermometers are rising and a chilled dessert at the end of a hot day tastes so good, especially while enjoying the sunset. Life is sometimes full of little moments, little habits and pleasures that fill our heart. And for me this is one of them.
After a busy day of work or stress, relax and leave the problems that hound you to the side while enjoying some food or drink. And if it is something we have prepared ourselves then I think we enjoy it even more. No matter if it's a dessert, drink, main course, whatever ... what matters is that we enjoy something that enhances that magical moment.

I "Met" Anna Olson through the channel of the Food Network and I must say I'm a fan of hers. She makes super simple desserts that with a little touch of magic become gourmet. When I saw this I could not resist and I had to do it. And I did not regret it, as it is even better than I imagined. And as the lime is one of my favorite fruits and goes so well with the coconut, my expectations were high. Who does not like the smell of grated lime?
 
 Ingredients for the base:

- 2 cups of freshly grated coconut
- 1/4 cup of white sugar
- 1/4 plain flour
- 3 egg whites (room temperature)

Ingredients for the cheesecake:

- 800 gr. cream cheese (philadelphia type at room temperature)
- 300 ml of condensed milk
- 1 tablespoon lime zest
- 2 tablespoons vanilla extract
- 2 L eggs at room temperature
- 1 L egg yolk at room temperature
- 1/2 cup of lime juice

Ingredients for the lime curd:

- 2 eggs L
- 2 egg yolks L
- 1/2 cup of white sugar
- 1 tablespoon lime zest
- 1/2 cup of lime juice
- 1/2 cup unsalted butter cut into cubes
- 1/4 cup sour cream

Ingredients for the topping:

- 1 cup of heavy cream
- 1 tablespoon of milk powder
- 2 tablespoons of white sugar
- 1 tablespoon vanilla extract

 
Preparation:

Step 1: Preheat oven at 180ºC. Lightly grease a 25 cm springform pan.

Step 2: For the base, mix the coconut, sugar and flour. Whisk the egg whites until frothy and then add to the coconut mixture. Press the mixture into the bottom of the pan (if you think the mixture is sticking to your hands, wet your hands with water). Place the base in to the oven for about 18 minutes or until lightly browned around the edges. Let cool completely before filling.

Step 3: For the cheesecake, lower the oven temperature to 150ºC. Beat the cream cheese until fluffy and light. Add the condensed milk and continue to beat. Stir in the lime zest and vanilla extract on low speed. Add the eggs and yolks one at a time, beating well at low speed, and then add the lime juice. Put on top of the base and bake for 40 minutes or until the sides are cooked but the center still has a little jiggle to it. While the cheesecake cools prepare the lime curd.

Step 4: For the lime curd, whisk the eggs, yolks, sugar, zest and lime juice. Add the butter and sour cream and beat well. Bring everything to the boil in a heavy saucepan. Continue to beat (it will take about 10-15 minutes until thickened). Filter the curd with a sieve. Place the curd over the cheesecake, let it cool to room temperature. Refrigerate for a minimum of 6 hours (do not cover with plastic wrap).

Step 5: For the topping, beat the cream with the milk powder until soft peaks. Add the sugar and vanilla. Spread over the cheesecake, leaving 5 cm of curd visible around the outside. Place blueberries on top of the topping and serve cold.
 
 
PS The cup that I used has the capacity for 225 gr.
 
Notes: This cheesecake can handle up to 3 days in the fridge.
Source: Bake with Anna Olson program.

Imprimir