04/10/2013

Quiche de frango, leite de côco e manga/Chicken, coconut mik and mango quiche

A noite já vai longa e a espera continua, a espera pela pessoa que mais nos compreende, que tem um calor humano do tamanho do Mundo, o colo mais aconchegante de todos, a melhor ouvinte até à data e a cozinheira de serviço. Começo a pensar se lhe aconteceu alguma coisa, se ela está apenas atrasada por causa do trabalho ou o carro avariou pelo caminho. Quero vê-la em casa sã e salva e que me dê um abraço daqueles apertadinhos como só ela sabe dar e que me faças as perguntas banais do costume. Quantas noites eu não desesperei à espera dela e sempre com as mesmas dúvidas, dúvidas essas a que o meu pai não me sabia responder.
 
 
Dúvidas essas que ficavam esclarecidas assim que ela entrava pela porta de casa, quase sempre com sacos de compras, sacos esses que muitas vezes traziam os ingredientes para preparar a refeição da noite ou será melhor dizer ceia, quantas vezes não preferi esperar por ti para te ver e te ter como companhia, mesmo com a barriga a dar sinais claros de fome, só para poder comer contigo e comer aquilo que tu nos preparavas. Muitos foram as vezes que jantamos as 23h até 24h, por mais vezes que o meu pai insistisse que me fazia qualquer coisa rápida ou para eu comer aquilo ou o outro, eu dizia que não...tudo porque preferia comer o que nos fazias com tanto amor e carinho depois de mais de 12 horas de trabalho em cima, sem contar os dias seguidos em que andavas a fazer turnos loucos em que os olhos mostravam tanto cansaço que parecia que tinhas mais 10 anos em cima. Mesmo que a refeição que nos preparas-te fosse a mais intragável no Mundo nos comíamos com toda a vontade e como se fosse uma verdadeira manjar dos Deuses, tudo porque existem coisas mais importantes na vida do que um prato gourmet, nutritivo e super saboroso, existe o amor e espírito de partilha à volta de uma mesa mesmo que haja só pão e água para partilhar, existe o convívio e a amizade.
 
Por isso hoje dedico este post à minha mãe que trabalhou que nem uma escrava durante muitos anos e fartou-se de engolir muitos, mas muitos sapos, tudo para nós podermos ter uma vida melhor, esforçando-se ao máximo para ter tempo para estar connosco e nos preparar refeições saudáveis. Muito obrigada Mãe por tudo e mais alguma coisa e que tenhas um feliz aniversário.
 
 
Muitas dessas refeições eram constituídas por quiches, com ou sem massa, mas mais vezes sem massa. É uma pena não haver registro da que a minha mãe costumava fazer mais vezes, mas como me lembro que tinha quase sempre frango, decidi optar por esta versão, uma vez que cada vez que preparava esta quiche lembrava-me destes episódios tristes da minha infância.
 
Ingredientes para 1 quiche de 23 cm:
 
- 300 gr. de mistura de legumes cortadas (exemplo: couve, milho, rebentos de soja, alho-francês, pimentos de varias cores, etc...)
- 1 peito de frango
- Pimenta-preta moída na hora
- Sal q.b.
- 1 colher de chá de açafrão
- 1 colher de chá de pimentão doce
- 2 colheres de sopa de azeite extra virgem
- 2 dentes de alho picados finamente
- 5 ovos M
- 200 ml de leite de côco
- 1 manga
- 2 colheres de sopa de coentros picados
- 1 placa de massa folhada (opcional)
 
 
Modo de Preparação:
 
1º Passo: Pré-aqueça o forno a 200ºC. Se fôr usar a massa estenda com a ajuda de um rolo, e coloque sobre um recipiente refractário com cerca de 23 cm, coloque pesos em cima (tipo feijões ou outro) e leve ao forno durante 8-10 minutos, retire os pesos e leve ao forno por mais 5 minutos. Reserve.
 
2º Passo: Entretanto, corte o peito de frango em tirinhas e tempere com o sal, pimenta, açafrão e pimentão doce. Leve uma wok ao lume com o azeite, quando este estiver quente adicione os alhos, deixe cozinhar durante breves segundos. Aloure as tiras de frango, junte a mistura dos legumes e salteie até os legumes estarem al-dente. Retire do lume e reserve.
 
3º Passo: Numa taça bata as ovos, junte o leite de côco, a manga cortada aos cubinhos pequenos e os coentros, misture tudo muito bem. Junte o frango e vegetais e misture tudo muito bem. Coloque por cima da massa. Se não utilizar a massa, coloque a mistura num recipiente refractário previamente untado com azeite. Leve ao forno durante cerca de 35-40 minutos, ou até a quiche estar douradinha.
 
Com esta receita que me desperta memórias de infância à muito adormecidas participo no desafio lançado no blog Limited Edition.
 
 
P.S. Afinal não sou um ovo podre, lol!
 
Notas: Nas fotos podem ser a versão com e sem massa. Nesta receita a manga quase que parece que sabe a batata doce, por isso para quem não gosta de juntar fruta na comida salgada, pode arriscar nesta receita colocar fruta, pois não vai sentir muito o sabor.
 
In English

The nights grow long and the wait continues, waiting for the person who understands us best, has a warmth the size of the world, the most cozy lap of all, and who is the best listener and who cooks for us.  I start to wonder if something happened, if she is just late because of work or the car broke down on the way. I want to see her safe and sound, to give me a big hug as only she knows how to give and to ask me the usual questions. How many nights I despaired waiting for her and always with the same doubts, doubts to which my father had no answer.

Doubts that were clarified as soon as she came through the door, almost always with shopping bags, those bags which often brought the ingredients to prepare the evening meal or supper. How often I loved to wait for you, to see you and share your company, even once my belly was giving clear sounds of hunger, just so that I could eat with you, eat what you prepared for us. Many were the times that we had dinner around 23h-24h.  My father insisted that he would prepare something fast for me to eat or suggest other things that I could eat, but I would say no ... all because we preferred to eat what you were going to prepare with much love and affection after more than 12 hours of work on top , not counting the days that followed where you were doing crazy hours and  your eyes showed much fatigue that suddenly you seemed 10 years older. Even though the meal that you prepared for us was the most unpalatable in the World, we would feel like we were eating a true food of the gods, all because there are more important things in life than a gourmet dish, nutritious and super-tasty, there is a spirit of love and sharing around a table even if there is only bread and water to share, there is conviviality and friendship.

 
 
So today I dedicate this post to my mother who worked like a slave for many years and swallowed many, many frogs, all for us to have a better life, striving to the utmost to take time to be with us and prepare healthy meals. Thank you Mom for everything and beyond. Enjoy your day; happy birthday.

Many of these meals consisted of quiches, with or without but more often with no pastry. It's a shame there is no record of what my mother used to do more often , but as I remember there was almost always chicken , I decided to opt for this version , since every time I prepare this quiche I remembered these sad episodes of my childhood.

 

Ingredients for quiche 1 of 23 cm:

- 300 gr . mixed cut vegetables (e.g. cabbage, corn, bean sprouts, leeks, peppers of many colors, etc ... )
- 1 chicken breast
- Black pepper freshly ground
- Salt qb
- 1 teaspoon of turmeric
- 1 teaspoon sweet paprika
- 2 tablespoons extra virgin olive oil
- 2 cloves garlic, chopped finely
- 5 eggs Medium size
- 200 ml of coconut milk
- 1 mango
- 2 tablespoons of chopped coriander
- 1 ready to roll puff pastry (optional )

Preparation:

Step 1:
Preheat oven to 200 ºC. If using the pastry, roll it out and place on a pastry case with about 23 cm, place weights on top (e.g. beans) and bake for 8-10 minutes, remove the weights and bake for another 5 minutes. Reserve.

Step 2:
Meanwhile, cut the chicken breast into strips and season with salt, pepper , saffron and sweet paprika. Place a wok with oil on the hob and when it is hot add the garlic, cook for a few seconds. Add the mixture of vegetables and sauté until the vegetables are al dente. Remove from heat and set aside.

Step 3: In a bowl beat the eggs, add the coconut milk, mango cut into small cubes and coriander, mix everything well . Add the chicken and vegetables and mix everything. Place on top of the pastry. If not using the pastry, place the mixture in a greased baking refractory container with olive oil. Bake for about 35-40 minutes or until the quiche is lightly brown.

With this recipe participate in the challenge launch by the blog in Limited Edition.

Notes: In the photos you can see the version with and without pastry. In this recipe the mango almost seems to taste like sweet potatoes, so for those who do not like fruit in salty food, you can give it a try with this recipe.


Imprimir

25 comentários:

  1. as mães são super heróis por isso desejo um feliz aniversário á tua!
    a combinação de sabores desta quiche é muito diferente das quiches que costumo fazer,
    ficou mesmo bonita e apetitosa!

    ResponderEliminar
  2. Combinação invulgar mas muito colorida. Deve ser uma delícia e tenho a certeza que a mãe irá adorar :)

    Beijinhos e feliz aniversário para a mãmã

    ResponderEliminar
  3. Que quiche tão original, cheia de sabores que eu adoro! Vou levar a receita!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Olá Sandra.Todo o meu respeito e a minha admiração pela tua mãe!Parabéns,feliz aniversário e uma vida longa e tranquila!
    Se calhar foi a mais deliciosa quiche de sempre,uma vez que foi feita com amor e dedicação.
    Comprei umas coisas de iluminação no Ebay,envio-te os links no facebok para teres uma ideia.
    bjns

    ResponderEliminar
  5. Que linda homenagem à tua Mãe! A quiche está linda e deve ser deliciosa.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Adorei a sugestão. Parece-me deliciosa! A tua mamã está orgulhosa!
    Beijinhos

    http://bocadinhosdeacucar.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. A comida feita com amor sabe sempre divinalmente!... E as mães conseguem ser super heróis!
    Esta quiche ficou com um aspecto tão bom!...
    beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Uma combinação muito original, e adoro a substituição das natas pelo leite de coco!

    ResponderEliminar
  9. Uma quiche diferente e pelo aspecto, uma verdadeira delicia! :)

    _____________________
    aculpaedasbolachas.com

    ResponderEliminar
  10. Uma verdadeira maravilha cm certeza, e a Mãe vai adorar
    Um beijo e boa semana

    ResponderEliminar
  11. super o teu post lime nele mas eu era a minha avo adorei a tua quiche super bjs e tudo de bom uma feliz semana

    ResponderEliminar
  12. grande mãe da cacahuete! uma verdadeira super heroína! obrigada pela participação!*

    ResponderEliminar
  13. Olá minha querida,

    A Mãe esteve de parabéns, por isso os meus sinceros desejos de muitas felicidades para ela, agora e no futuro !
    São belas as memórias que guardas de tempos idos, Cacahuete, e quanto mais dificeis os tempos foram, mais carinho e amor tu sentirás por ela e por todo o sacrificio que fez por vós !
    São assim as Mães (ou quase todas...), incondicionalmente disponíveis para os seus filhos e para as pessoas que amam, ainda que o cansaço as faça vergar, mas não ajoelhar ! :)

    A tua quiche está com umas cores perfeitamente fabulosas, amiga, as fotos estão cada vez melhor e adorei esta versão... conjugas ingredientes de uma forma que não me ocorreria e essa tua criatividade está bem explicita no fantástico resultado final !

    Um grande beijinho, querida Cacahuete ! :)

    ResponderEliminar
  14. Que combinação interessante os legumes com o leite de coco e a manga. Gostei muito :)

    ResponderEliminar
  15. Olá:)

    Parabéns à tua mãe! Faz-me lembrar a minha porque sempre trabalhou como uma escrava para tentar não faltar com nada aos seus quatro filhos.
    Bela homenagem que fizeste à tua mãe porque saiu uma bela e deliciosa quiche - aposto que estava deliciosa:)

    Boa semana!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  16. Ficou mesmo linda esta quiche!!! Eu tenho uma alapata com as quiches de compra, tenho de experimentar uma caseirinha!!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Olá

    Que aspeto delicioso :-) Gosto imenso de quiches!!

    Vem ver o passatempo que está a decorrer no meu blog (a receita já pode ter sido publicada)

    http://www.pratocaseiro.blogspot.pt/2013/09/parceria-ramiro-leao-e-um-passatempo.html

    Beijinhos
    http://www.pratocaseiro.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  18. Ai que bom e original, com a manga!!! Fazes pratos maravilhosos!
    Beijocas ;)

    ResponderEliminar
  19. Querida Cacahuete
    Feliz aniversário atrasado para a tua mãe!
    Somente uma mãe esforça-se tanto assim para nos proporcionar o melhor! A minha também lutou muito para não nos deixar faltar nada!
    Belíssima homenagem!
    Adoro quiche e achei a tua receita com leite de coco muito especial.
    Bjim
    Léia!
    Adorei

    ResponderEliminar
  20. Muitissimo obrigada por todos os lindos comentarios e mensagens de aniversario da minha mae. A minha mae e eu agradece-mos do fundo do coracao.

    Beijinhos e mais uma vez obrigada pelas mensagens

    ResponderEliminar
  21. Já tinha comentado a tua quiche no facebook, mas não tinha lido o post... muito bonito... muito mesmo.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada...por teres aqui deixado o teu comentario e no facebook.

      Beijinhos

      Eliminar
  22. Há algum tempo atrás mostrei no blog a minha frustração depois de ter testado sem sucesso várias receitas de quiche com leite de coco em vez de natas. Pedi aos meus leitores que me informassem de alguma boa receita que encontrassem por essa web fora. Na semana passada fui recompensado com um link para esta tua receita!! Ainda não experimentei, mas parece-me que tem tudo para dar certo! Gosto especialmente do toque da manga! Beijinho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ola,

      Bem-vindo ao meu cantinho. Fico feliz por saber que contribui com um fundo de esperança para a busca da receita de quiche com leite de coco que funcione. Caso experimente a receita adoraria saber o seu feedback.

      Beijinhos

      Eliminar

Agradeço a todos o tempo que disponibilizaram para deixar uma mensagem neste cantinho! Pois nem só de publicações vive um blog.