26/11/2013

Milhojas, propuesta de Noviembre en Whole Kitchen/Mil-folhas invertido proposta de Novembro da Whole Kitchen

Bem..esta receita foi cá um desafio! Desta vez quis armar-me em Pierre Hermé e preparar a sua receita de mil-folhas, já que este foi o tema escolhido pela Whole Kitchen para este mês de Novembro, que diga-se de passagem não é para principiantes.
Para já era suposto tê-la feito no fim de semana passado, mas por razões de força maior, fui obrigada a adiar a realização desta receita para este fim de semana que passou, comecei a fazer a receita no sábado, mas tento em conta que é bastante demorada, só a acabei mesmo ontem à noite.

Não e que seja muito difícil, demora é bastante tempo entre cada passo. Alguns dos problemas que tive foi  juntar a massa 1 com a massa 2, problema esse que se resolve com calma e com uma bancada enfarinhada e bem fria.
Depois é preciso ter-se bastante atenção aos tempos de cozedura, neste tipo de receita a diferença entre minutos é bastante crucial, e como nem todos os fornos são iguais é preciso estarmos bem atentos e ter em conta que os minutos que aqui descrevo não se aplicam para todos os casos.

De todas as formas, acho que não vou voltar a repetir esta experiência, já tinha feito uma espécie de massa folhada aqui para a preparação de uns croissants, que ficaram super bons e a massa ficou boa, e que me deu muito menos trabalho, o que eu quero dizer com isto e que se pode obtêr uma massa folhada bem boa, sem se ter de perder tanto tempo. 

Ingredientes para a massa 1:

- 30 gr. de farinha sem fermento
- 30 gr. de farinha com fermento
- 160 gr. de manteiga à temperatura ambiente

Ingredientes para a massa 2:

- 75 gr. de farinha sem fermento
- 75 gr. de farinha com fermento
- 5 gr. de sal fino
- 50 gr. de manteiga
- 100 ml de água fria
- 1 colher de chá de vinagre

Ingredientes para a massa folhada invertida caramelizada:

- 430 gr. de massa folhada invertida
- 45 gr. de açúcar branco
- 25 gr. de açúcar em pó

Ingredientes para o recheio:

- 100 gr. de framboesas
- 3 colheres de sopa de açúcar
- 250 gr. mascarpone

Modo de preparação da massa 1:

1º Passo: Numa taça misture as farinhas, junte a manteiga cortada aos cubinhos e misture tudo muito bem com as mãos, até ôbter uma bola. Coloque a massa entre duas folhas de papel vegetal e molde com a ajuda de um rolo até ôbter um círculo com 2 cm de altura. 

2º Passo: Envolva a massa em película aderente e reserve no frigorífico durante 2 horas.

Modo de preparação da massa 2: 

1º Passo: Numa taça junte todos os ingredientes, excepto a água. Depois de tudo misturado, junte a água aos poucos, até ôbter uma massa consistente, não deverá ficar mole ou bastante maleável. Coloque a massa entre duas folhas de papel vegetal e molde com a ajuda de um rolo até ôbter um quadrado com 1 cm de altura.

2º Passo: Envolva a massa em película aderente e reserve no frigorífico durante 2 horas.

Modo de preparação da massa folhada invertida:

1º Passo: Com a ajuda de um rolo estenda a massa 1, em forma de círculo com 1 cm de altura. Coloque a massa 2 no centro da massa 1, e dobre os cantos da massa 1 para dentro (por cima da massa 2). A massa 2 deverá ficar toda envolvida pela massa 1.

2º Passo: Com os punhos espalme a massa. Depois com a ajuda de um rolo estenda a massa do centro para os bordos, em forma de rectangulo, 3 vezes comprida do que larga.  

3º Passo: Dobre uma das extremidades para o meio, dobre a outra extremidade para o meio, de modo a que ambas as extremidade se encontrem no meio, dobre a massa ao meio (volta dupla). 
4º Passo: Vire a parte da massa que esta dobrada para a sua esquerda com o rolo, estique levemente a massa, envolva em película aderente e deixe repousar durante 2 horas à temperatura ambiente. 

5º Passo: Com os punhos espalme ligeiramente a massa. Depois com a ajuda de um rolo estenda a massa do centro para os bordos, 3 vezes mais comprida do que larga.Volte a fazer a volta dupla, envolva em película aderente e deixe repousar durante 2 horas no frigorífico.
6º Passo: Com os punhos espalme ligeiramente a massa. Depois com a ajuda de um rolo estenda a massa do centro para os bordos, 3 vezes comprida do que larga. Desta vez de uma volta simples, em que 1 terço da massa vai para o meio e o outro terço para o meio. Deverá ôbter um quadrado.

7º Passo: Leve ao frigorífico por 2 horas, quando passar uma hora, vire a massa ao contrário, para ambos os lados estarem igualmente expostos ao frio (eu deixei a massa de um dia para o outro no frigorífico por falta de tempo).

8º Passo: A bancada deverá estar fria, para tal poderá passar com gelo na bancada para baixar a temperatura. Polvilhe a bancada com farinha assim como a massa e estenda-a com a ajuda de um rolo até esta ter 2-3 mm de altura. Se desejar corte a massa no formato que pretende, resulta mais facil se o fizer com um cortador ou utilizar o cortador de pizza.

9º Passo: Transfira a massa para uma folha de papel vegetal previamente humedecida ou pincelada com água fria. Com um garfo marque toda a extensão da massa e leve-a ao frigorifico por 1 -2 horas.

Modo de preparacao da massa folhada invertida caramelizada:

1º Passo: Pré-aqueça o forno a 230 ºC.  Polvilhe a massa com o açúcar branco, meta a massa no forno e baixe a temperatura para os 190 ºC. Deixe a massa cozinhar por 8 minutos, cubra a massa com uma grade de redes (para que o crescimento seja uniforme) e deixe cozinhar por mais 5 minutos. Retire do forno.

2º Passo: Suba a temperatura do forno para os 250 ºC.Retire a grade de redes, dê a volta à massa. Polvilhe a massa com o açúcar em pó e leve ao forno por 8 minutos (no meu caso foram só 5 minutos), o açúcar irá derreter e caramelizar a massa. Retire a massa do forno e reserve.

Modo de preparação do recheio:

1º Passo: Leve as framboesas com o açúcar ao lume. Esmague as framboesas com ajuda de um garfo, mexa tudo muito bem até o açúcar derreter e o líquido das framboesas começar a evaporar. Retire do lume e deixe arrefecer.

2º Passo: Misture as framboesas com o mascarpone, se a mistura ficar muito mole, leve uns 5-10 minutos ao congelador, ou deixe no frigorifico por 2 horas. 

Montagem do mil-folhas:

1º Passo: Coloque uma placa de massa por cima coloque o recheio, em cima do recheio disponha mais uma placa de massa, por cima recheio e outra placa de massa. Decore com açúcar em pó e framboesas.

Notas: O recheio foi feito à pressa, mas para estes casos acho que resulta muito bem, eu não coloquei muito açúcar no recheio, pois a massa já tem bastante açúcar na minha opinião e o contraste de sabores balança muito bem.
Para verem a receita bem mais detalhada e com fotos lindíssimas, vão dar uma vista de olhos ao blog Bajo una Nube de azucar glas, ela tem tudo muito bem explicadinho.

Imprimir 

18/11/2013

Misto de legumes com queijo feta e a chegada do meu AIG 2013/Mixed vegetables with feta and the arrival of my AIG 2013 parcel

Já faz algum tempo que não publico nada, os dias têm sido complicados com muito trabalho e para juntar a isso, pouca ou nenhuma paciência para escrever. A mudança de estação acaba sempre por mexer comigo e de alguma forma suga-me a energia durante algum tempo, levando-me a preguicite aguda extrema. Realmente, eu não fui moldada para a mudança de hora, mas quem é que teve essa ideia? Serve para alguma coisa? Eu só conheço pessoas a reclamarem como eu, se alguém sabe a explicação por favor manifeste-se.
Como já tinha dito num post anterior, este ano participei no AIG (amigo invisível gastronómico), foi com muito amor e carinho que preparei a prenda para o meu amigo segredo que pelos vistos ainda não recebeu nada, o que está a deixar um pouco nervosa, pois não quis pagar mais 8€ pelo correio registado, agora ando aqui em sofrimento a pensar no porquê de tanta demora.
Mas já recebi a prenda do meu AIG, hehehe, de uma rapariga super simpática, espanhola que vive na Alemanha de nome Sandra von Cake. Embrulhou as minha prendas com tanto amor e carinho, tem uma caligrafia lindíssima. Nas ofertas vieram umas trufas deliciosas, umas bolachas típicas alemãs, um instrumento para fazer uma especialidade alemã, quem em breve vou ter de usar, uma rena super amorosa e uns docinhos da Haribo. Obrigada por todas as prendinhas Sandra.

O blog da Sandra aborda imenso temas, mas foca-se principalmente em comida e D.I.Y., podem fazer-lhe uma visita e verem o lindo blog que a Sandra tem, o blog dela chama-se Apfelstrudel Kuchen, para acederem basta clicarem no nome do blog e deliciem-se com as receitas das Sandra.
A sugestão que trago pode ser para dias de mais calor, mas como para mim é uma espécie de confort food vegetariano, que me enche bem as medidas e me faz continuar no bom caminho de evitar consumir carne tantas vezes por semana. O molhinho fica de lamber os dedos.

Ingredientes:

- 1 alho-francês
- 1 curgete
- 1 pimento vermelho
- 1 pimento verde
- 150 gr. de cogumelos
- 15 ml de azeite extra virgem
- 3 dentes de alho
- 50 gr. de rúcula selvagem
- Sal q.b.
- Pimenta preta moída na hora q.b.
- 1 colher de sopa de mal de rosmaninho
- 2 colheres de sopa de vinagre balsâmico
- 1 ramo de coentros
- 3 pés de tomilho limão
- 200 gr. de feta aos cubinhos
- 8 tortilhas de farinha de trigo

Modo de Preparação:

1º Passo: Corte o alho-francês em rodelas com cerca de 0.5 cm, passe por água e seque. Corte a curgete em rodelas. Remova as sementes dos pimentos e corte-os em tiras. Limpe os cogumelos com a ajuda de papel de cozinha e corte-os em quartos.


2º Passo: Leve o azeite ao lume numa frigideira larga, assim que o azeite estiver quente adicione o alho-francês e assim que este amolecer junte os restantes legumes. Salteie durante 5-6 minutos em lume médio a forte. Tempere com sal e pimento preta, adicione as folhas de rúcula, tape a frigideira reduza o lume para o mínimo.


3º Passo: Deixe cozinhar, vá mexendo de vez em quando, até os legumes estarem macios mas ainda crocantes. Regue com o mel e o vinagre balsâmico, adicione os coentros e tomilho e mexa bem.


4º Passo: Salpique com o queijo feta e sirva com as tortilhas, previamente pinceladas com azeite e aquecidas no grelhador.

Fonte: Receita adaptada da revista Vaqueiro Outono 2013.

Imprimir

30/10/2013

Cérebros de ratazana conservados em sangue para o Halloween/Rat brains preserved in blood for Halloween

O Halloween é já amanhã...o tempo passou mesmo a correr. Tenho ainda algumas receitas de Halloween para serem publicadas, mas vão ter que ficar para o ano. Ultimamente, tenho andado super ocupada o que não me tem permitido visitar os vossos cantinhos, nem retribuir as vossas visitas. Peço imensas desculpas por isso. Assim que as coisas se acalmarem vou tentar actualizar-me.
Deixo-vos com esta receita que é super fácil de fazer e tem um visual fantástico.
Ingredientes:
- 1 embalagem de pudim de morango
- 1 embalagem de gelatina de morango
  
Modo de preparação:
1º Passo: Prepare o pudim de acordo com as instruções e coloque numa forma (eu usei uma com o formato de cérebro). Leve ao congelador durante cerca de 20-30 minutos ou até estar firme. O tempo vai depender da forma que utilizar. Poderá também levar ao frigorífico de um dia para o outro.
2º Passo: Prepare a gelatina de acordo com as instruções da embalagem. Coloque um pouco de gelatina no fundo da taça e reserve a restante.  Quando estiver sólida junte os cérebros. Se não tiver a forma, esculpa com a ajuda de uma colher o formato do cérebro. Por cima coloque devagarinho a restante gelatina e leve ao frigorífico até solidificar.
Sirva e assuste os convidados.


24/10/2013

Whole Kitchen Proposta para Outubro Dobos Torte/Whole Kitchen Challenge Dobos Torte

As propostas da Whole Kitchen estão de volta, o que me deixa super feliz. Adoro desafios culinários e neste club é mesmo isso que se têm, geralmente são receitas que eu nunca fiz, algumas nunca ouvi falar, o grau de dificuldade costuma ser médio a elevado. Assim que acaba uma proposta, fico logo em pulgas para saber qual será a próxima.

A proposta deste mês de Outubro foi desafiante, pelo facto de nunca ter visto tal sobremesa, nem nunca ter provado. Dá algum trabalho a fazer, requer alguma técnica, experiência e como para variar deixei para a última da hora não ficou perfeita como eu queria, apesar de tudo cá em casa todos gostamos desta torta.
Ingredientes para o bolo:
- 6 ovos (gemas separadas das claras)
- 160 gr. de açúcar em pó
- 150 gr. de farinha para bolos (23 gr. de farinha maizena + 127 gr. de farinha sem fermento)
- 1 colher de extracto de baunilha
- 1 pitada de sal
Ingredientes para o creme de chocolate:
- 250 gr. de chocolate preto (minímo 55% de cacau)
- 4 claras de ovo à temperatura ambiente
- 200 gr. de açúcar branco granulado fino
- 250 gr. de manteiga à temperature ambiente
Ingredientes para o caramel:
- 150 gr. de açúcar branco granulado fino
- 3 colheres de sopa de água
- 2 colheres de sopa de sumo de limão
Modo de preparação do bolo:
1º Passo: Pré-aqueça o forno a 200ºC. Forre e barre com manteiga 3 tabuleiros com cerca de 32 cm x 22 cm. Bata as claras com o sal até obter o ponto de castelo. Reserve.
2º Passo: Bata as gemas, açúcar em pó e extracto de baunilha. Deverá bater durante aproximadamente 3 minutos, irá passer de um tom amarelo/laranjado para esbranquiçado.
3º Passo: Coloque cerca de 1/4 das claras em castelo às gemas e envolva delicadamente. Adicione as restantes claras e envolva delicadamente. Peneire a farinha para bolos, e adicione pequenas quantidades de cada vez à mistura, envolva delicadamente entre cada adição.
4º Passo: Divida a massa pelos 2 tabuleiros, espalhe muito bem com a ajuda de uma spatula. Deverá ficar uma camada bem fina de massa. Leve ao forno durante cerca de 7 minutos. Nesta parte convém dar um olhinho de vez em quando ao forno, pois poderá levar menos tempo, convém não cozer demasiado.
5º Passo: Retire do forno e desenforme assim que possível, pois como as camadas são finas continuarão a cozer mesmo depois de retiradas do forno. Deixe arrefecer.
Modo de preparação do crème de chocolate:
1º Passo: Leve o chocolate a derreter em banho Maria. Leve as claras ao lume com o açúcar em lume brando, até o açúcar estar dissolvido. Retire do lume, deixe arrefecer ligeiramente e bata as claras em castelo. Junte a manteiga aos poucos, cerca de 50 gr. de cada vez e bata muito bem entre cada adição.
2º Passo: Junte o chocolate derretido em fio, batendo sempre. Reserve.
Montagem:
Corte cada rectângulo em 3 partes iguais. Deverá obter um total de 9 rectângulos. Coloque um rectângulo numa base por cima espalhe um pouco do creme de chocolate, repita o processo de alternar camadas até ter utilizado 7 rectângulos de bolo. Se a torta estiver super direitinha aos lados, poderá colocar o creme de chocolate aos lados e em seguida levar ao frigorifico para ficar firme durante pelo menos 2 horas. Se a torta estiver muito movediça e não estiver acertada aos lados leve ao frigorífico por 2 horas. Quando estiver firme com uma faca bem afiada corte os lados para ficarem todos certos, limpado bem a faca entre cortes. barre os lados com o crème de chololate e leve ao frigorífico por 2 horas.
Modo de preparação do caramelo:

1º Passo: Leve o açúcar, limão e água ao lume numa panela de fundo grosso. Pincele o interior da panela com água para prevenir a cristalização do açúcar. Sem mexer deixe o caramelo começar a ganhar côr, quando assim fôr pode agitar ligeiramente a panela. Quando a côr começar a ficar dourada, retire do lume e decore os triângulos.
Entretanto, corte o outro rectângulo em triângulos e espalhe por cima o caramelo, tenha bastante cuidado ao fazer este passo. Deixe secar e reserve.
Decore a torta com os triângulos, caramelo e folhas de ouro.

Imprimir

19/10/2013

Salsichas com molho de tomate e Xarém/Sausages and tomatoes with fried polenta

De vez em quando sabe-me bem fazer prato mais complicados e com um pouco mais de trabalho. Este prato é optimo para se fazer quando temos visitas e queremos impressionar. Parece ser muito complicado por ter muitos passos, mas não o é, é sim mais trabalhoso. A parte mais complicada é mesmo a de obter um xarém com a consistência certa, de modo a que quando formos fritar não se desfaça.
É prato super saboroso, e quem quiser pode adaptar para fazer a versão vegan, basta apenas substituir as salsichas de carne por salsichas vegetarianas, por soja ou outro ingrediente do vosso agrado e omitir a chouriça do xarém.
Por acaso alguém já viu a entrevista da Martinha Stewart sobre os bloguers? Eu vi...e posso dizer que não me considero expert, nem tenho qualificações para ser uma editor na Vogue magazine, mas acho que existem muitos bons bloguers por aí que poderiam estar a fazer isso, que são originais, criativos e têm receitas melhores do que muitas revista de topo no Mundo, e acho injusto ela colocar todos dentro do mesmo saco. Aliás, muitos desses bloguers divulgam as receitas da Martinha, assim como o seu site. Muitos desses bloguers servem de inspiração para muita gente, animam e torna mais positiva e criativa a sua vida. Acho que se fosse nos dias de hoje que a Martinha tivesse começado o seu negócio, tenho quase a certeza que teria um blogue. 

Modo de preparação do Xarém - Parte 1:
1º Passo: Siga a receita de Xarém postada aqui. Fazer exactamente da mesma maneira, mas omita o pão. Quando  a polenta começar a engrossar junte a chouriça, 50 gr. de queijo parmesão ralado e uma colher de sopa de oregãos secos.
2º Passo: O xarém deverá ficar bem, mas bem grosso, quase impossível de mexer com uma colher de pau. Retire do lume. Coloque num recipiente refractário e deixe arrefecer e secar bem.
3º Passo: Se xarém não estiver seco e bem sólido, poderá levar ao forno a 220ºC durante cerca de 15-20 minutos, sem deixar queimar ou tostar muito a parte de cima.
O xarém pode ser preparado no dia antes, pois o processo todo leva algum tempo a fazer.
Ingredientes para as salsichas:
- 1 colher de sopa de azeite extra virgem
- 12 salsichas frescas finas e longas
- 1 cebola média cortada aos cubos fininhos
- 2 dentes de alho cortados aos cubos fininhos
- 1 colher de sopa de tominho limão
- 2 latas de tomate cortado aos cubos
- 3 colheres de sopa de pasta de tomates secos ao sol
- 150 ml de vinho tinto
- 1 colher de sopa de puré de tomate
- 3 colheres de sopa de basilico picado finamente
- 50 gr. de queijo parmesão ralado
Modo de preparação das salsichas com molho de tomate:
1º Passo: Coloque o azeite num tacho e leve ao lume, quando estiver quente adicione as salsichas cortadas em bocados com cerca de 2 cm. Deixe as salsichas aloirarem. Junte a cebola e deixe cozinhar até amolecer, cerca de 5 minutos. Adicione os alhos e cozinhe por mais 30 segundos.
2º Passo: Junte o tomilho, tomate, pasta de tomate, vinho tinto e puré de tomate. Deixe levanter fervura. Quando estiver a ferver tape e deixe cozinhar em lume brando durante cerca de 15-20 minutos. Mexa de vez em quando. Entretanto, prepare o Xarém - Parte 2.
3º Passo: Junte 2 colheres de sopa de basilico e 40 gr. queijo ralado, mexa muito bem e deixe cozinhar por mais 5 minutos.
Modo de preparação do Xarém - Parte 2:
1º Passo: Enquanto as salsichas estiverem a cozinhar, prepare o xarém que deverá estar bem rijo e frio. Corte circulos com cerca de 5 cm de diâmetro e reserve. Leve uma frigideira anti-aderente ao lume, quando estiver bem quente adicione os círculos e deixe cozinhar de ambos os lados até esterem douradinhos. Polvilhe com um pouco de pimenta preta e mantenha-os quentes.
2º Passo: Disponha alguns discos de xarém num prato, por cima coloque as salsichas em molho de tomate. Decore com algumas folhas de tominho limão e polvilhe com o restante basilico e parmesão ralado. 

Fonte: Receita adpatada do blog Willow Bird Baking.

Imprimir

16/10/2013

Pão de alecrim e pimenta preta/Rosemary Sandwich Bread

Já não participava no World Bread Day há alguns anos, a primeira vez que participei fiz Pães Pitta, este maravilhoso evento é organizado pela querida Zorra do blog Kochtopf, para saberem mais informações basta clicarem no nome do blog. Este ano não quis deixar passar a data em branco. No entanto, quis o destino que o meu forno se avaria-se à uns dias atrás o que fez com que eu tivesse de mudar de receita, decidi optar por este delicioso pão. Todos os que o provaram fizerem verdadeiros elogios e acho que foi o melhor pão que fiz até à data na máquina de fazer pão.
Fica um pão bastante aromático, robusto e com carácter, tal como eu gosto.
Announcing World Bread Day 2013 - 8th edition!

Ingredientes:

- 2 colheres de sopa de fermento seco para pão
- 235 ml de leite morno
- 80 ml de água morna
- 2 colheres de sopa de alecrim fresco picado finamente
- 1 colher de sobremesa de pimenta preta moída na hora
- 1 colher e meia de sopa de sal
- 60 ml de azeite extra virgem
- 445 gr. de farinha para pão


Modo de preparação para a máquina de fazer pão:

1º Passo:  Dissolva o fermento no leite morno e água e deixe repousar durante 10 minutos. Junte o rosmaninho picado e o sal. Coloque dentro da máquina de fazer pão.

2º Passo: Adicione a farinha e o azeite. Programe Pão normal.  Quando faltar 1 hora para o programa terminar polvilhe o pão com pimento preta, sal e um pouco de rosmaninho. Na minha máquina o processo todo leva 3 horas.


Fonte: Receita adaptada para a máquina de fazer o pão deste lindo site Pastry Affair.

Imprimir

14/10/2013

Cakepops Aranha para o Halloween/Spider Cakepops for Halloween

O Halloween aproxima-se a passos largos e as decorações cá por casa já estão montadas. O tema da festa este ano será vampiros e bruxas. Eu bem sei que em Portugal não é comum comemorar-se o Halloween, mas de há 10 anos para cá a tradição tem crescido aos poucos e eu fui abraçada por ela.
Para mim o Halloween representa uma data que assinala que os dias vão ficar com menos horas de luz, o laranja das abobóras que são rainhas nesta altura, as mudanças de temperatura, a transição de estações e a preparação para o Inverno. Como gosto muito de festas, organizo e preparo tudo e mais alguma coisa, se tivesse mais tempo até os fatos eu fazia à mão, mas como o tempo não dá para tudo, fico a preparar as sobremesas e doces que irão ser servidos durante a festa.

Hoje deixo a sugestão de cakepops. As medidas que refiro diferem consoante o tipo de bolo que utilizar, algumas massas requerem menos queijo creme outras mais. Estes cakepops como não ficam no topo do pauzinho, são mais fáceis de fazer que os outros, pois não temos o risco de cairem com a gravidade. A parte mais difícil é colar as gomas esparguete. O tipo de chocolate que se utiliza também é muito importante. Convém ser um tipo de chocolate que solidifique rapidamente à temperatura ambiente.



Ingredientes:
 
- 200 gr. de massa de bolo (geralmente uso as sobras deste bolo de limão e côco)
- 100 gr. de queijo creme gordo (tipo Philadelphia)
- 300 gr. de chocolate preto especial para cobrir bolos (minímo 55% de cacao)
- 50 gr. de pepitas de chocolate
- Gotas de chocolate branco q.b.
- Gomas esparguete preto
 
Modo de preparação:
 
1º Passo: Esfarele a massa do bolo, junte o queijo creme e misture tudo com a ajuda das mãos até obter uma massa firme e bem ligada. Não deverá ficar muito gordurosa nem muito seca, a massa deverá estar toda bem ligada.
 
2º Passo: Forme bolas com cerca de 20-25gr ou 3,5 cm de diâmetro, coloque numa forma com a base redonda e leve ao frigorífico para ficarem bem firmes pelo menos durante 2-3 horas.
 
3º Passo: Derreta o chocolate em banho maria, mergulhe um pauzinho para cakepops no chocolate até 2 cm. Espete o pauzinho no meio do cakepop, até atingir um pouco mais do que o centro. Banhe o cakepop no chocolate com cuidado. Polvilhe com as pepitas de chocolate e deixe secar um pouco.
 
 
4º Passo: Coloque um pouco de chocolate na base lisa das gotas de chocolate branco e cole ao cakepop. Faça os olhinhos com a ajuda de um palito com chocolate preto. Corte as gomas à medida do tamanho das pernas que quer e cole com a ajuda do chocolate derretido.
 
 
5º Passo: Deixe secar. Os cakepops aguentam até 3 dias.


In English


Imprimir

10/10/2013

Filetes de peixe enrolados em presunto/Parma-wrapped fish fillet

As estações do ano parece que andam um pouco trocadas, não sei é por o Outono ter começado à pouco tempo ou não, mas o certo é que há 3 dias atrás estava um calor de Verão e hoje está um frio e vento de Inverno. E as belas das abóboras que costumo utilizar para o Halloween ainda não apareceram à venda, tenho visto outros tipos de abóbora mas não a que eu utilizo para decorar, será por causa do tempo? Não sei...mas parece-me que sim. Deixa lá ver se este fim de semana já as encontro.
Estes filetes de peixe são uma verdadeira maravilha, são fáceis de fazer, não levam ingredientes complexos e são tão deliciosos, para além de serem óptimos para levar na marmita, pois no dia seguinte sabem ainda melhor. Podem usar o tipo de filete que preferirem mas por favor não deixem de experimentar esta receita, seja com a vossa própria receita de pesto, seja com o de compra, tem de fazer.
Com esta receita participo no desafio lançado pelo blog Doçuras & Especiarias em que o tema é o peixe.
Ingredientes:
- 8 filetes de peixe
- 8 fatias de presunto
- 2 colheres de sopa generosas de pesto
- 2 colheres de sopa de azeite extra virgem
- 2 limões
- Sal q.b.
- Pimenta preta moída na hora q.b.
Modo de preparação:
1º Passo: Pré-aqueça o forno a 200ºC. Em cima de uma tábua coloque uma fatia de presunto e por cima coloque um filete de peixe, barre o filete com um pouco de pesto. Enrole e coloque num tabuleiro. Repita até usar todos os filetes.
2º Passo: Regue com o sumo dos dois limões, azeite e tempere com sal e pimenta preta. Corte os limões que usou em quatro partes e espalhe-os pelo tabuleiro. Leve ao forno durante cerca de 20-25 minutos ou até o peixe estar cozinhado.
Eu servi acompanhado de um belo puré de batata e de uma saladinha.


In English


The seasons seem to be messed up, I don´t know if it is because Autumn started recently or not, but the fact is that 3 days ago the weather was so nice, like Summer and today is so cold and windy, like Winter. And the beautiful pumpkins I usually use for Halloween have not appeared for sale, I have seen other types of pumpkins but not the ones I use to decorate. Is it because of the weather? I do not know ... but it seems so. Let's see if this weekend I can find them in the supermarket.

These fish fillets are a true wonder, are easy to make, do not have complicated ingredients and are so delicious. Thay are also great to take for your lunch next day, because they taste even better.
You can use whichever type of fish you prefer but please do not forget to try this recipe, either with your own recipe for pesto, or with a supermarket one.

Ingredients:

- 8 fish fillets
- 8 slices of parma ham
- 2 generous tablespoons of pesto
- 2 tablespoons extra virgin olive oil
- 2 lemons
- Salt qb
- Freshly ground black pepper qb

Preparation:

Step 1: Preheat oven to 200 ºC. Place a fish fillet on a slice of parma ham. Spread the fillet with a little pesto.
Wrap it and place on a baking tray. Repeat until you use all the fish fillets.

Step 2: Squeeze the juice of two lemons over the fish. Drizzle with olive oil and season with salt and black pepper. Cut the lemons used in four parts and spread them across the baking tray. Bake for about 20-25 minutes or until the fish is cooked.



I served accompanied by a beautiful mashed potatoes and salad.

Imprimir

04/10/2013

Quiche de frango, leite de côco e manga/Chicken, coconut mik and mango quiche

A noite já vai longa e a espera continua, a espera pela pessoa que mais nos compreende, que tem um calor humano do tamanho do Mundo, o colo mais aconchegante de todos, a melhor ouvinte até à data e a cozinheira de serviço. Começo a pensar se lhe aconteceu alguma coisa, se ela está apenas atrasada por causa do trabalho ou o carro avariou pelo caminho. Quero vê-la em casa sã e salva e que me dê um abraço daqueles apertadinhos como só ela sabe dar e que me faças as perguntas banais do costume. Quantas noites eu não desesperei à espera dela e sempre com as mesmas dúvidas, dúvidas essas a que o meu pai não me sabia responder.
 
 
Dúvidas essas que ficavam esclarecidas assim que ela entrava pela porta de casa, quase sempre com sacos de compras, sacos esses que muitas vezes traziam os ingredientes para preparar a refeição da noite ou será melhor dizer ceia, quantas vezes não preferi esperar por ti para te ver e te ter como companhia, mesmo com a barriga a dar sinais claros de fome, só para poder comer contigo e comer aquilo que tu nos preparavas. Muitos foram as vezes que jantamos as 23h até 24h, por mais vezes que o meu pai insistisse que me fazia qualquer coisa rápida ou para eu comer aquilo ou o outro, eu dizia que não...tudo porque preferia comer o que nos fazias com tanto amor e carinho depois de mais de 12 horas de trabalho em cima, sem contar os dias seguidos em que andavas a fazer turnos loucos em que os olhos mostravam tanto cansaço que parecia que tinhas mais 10 anos em cima. Mesmo que a refeição que nos preparas-te fosse a mais intragável no Mundo nos comíamos com toda a vontade e como se fosse uma verdadeira manjar dos Deuses, tudo porque existem coisas mais importantes na vida do que um prato gourmet, nutritivo e super saboroso, existe o amor e espírito de partilha à volta de uma mesa mesmo que haja só pão e água para partilhar, existe o convívio e a amizade.
 
Por isso hoje dedico este post à minha mãe que trabalhou que nem uma escrava durante muitos anos e fartou-se de engolir muitos, mas muitos sapos, tudo para nós podermos ter uma vida melhor, esforçando-se ao máximo para ter tempo para estar connosco e nos preparar refeições saudáveis. Muito obrigada Mãe por tudo e mais alguma coisa e que tenhas um feliz aniversário.
 
 
Muitas dessas refeições eram constituídas por quiches, com ou sem massa, mas mais vezes sem massa. É uma pena não haver registro da que a minha mãe costumava fazer mais vezes, mas como me lembro que tinha quase sempre frango, decidi optar por esta versão, uma vez que cada vez que preparava esta quiche lembrava-me destes episódios tristes da minha infância.
 
Ingredientes para 1 quiche de 23 cm:
 
- 300 gr. de mistura de legumes cortadas (exemplo: couve, milho, rebentos de soja, alho-francês, pimentos de varias cores, etc...)
- 1 peito de frango
- Pimenta-preta moída na hora
- Sal q.b.
- 1 colher de chá de açafrão
- 1 colher de chá de pimentão doce
- 2 colheres de sopa de azeite extra virgem
- 2 dentes de alho picados finamente
- 5 ovos M
- 200 ml de leite de côco
- 1 manga
- 2 colheres de sopa de coentros picados
- 1 placa de massa folhada (opcional)
 
 
Modo de Preparação:
 
1º Passo: Pré-aqueça o forno a 200ºC. Se fôr usar a massa estenda com a ajuda de um rolo, e coloque sobre um recipiente refractário com cerca de 23 cm, coloque pesos em cima (tipo feijões ou outro) e leve ao forno durante 8-10 minutos, retire os pesos e leve ao forno por mais 5 minutos. Reserve.
 
2º Passo: Entretanto, corte o peito de frango em tirinhas e tempere com o sal, pimenta, açafrão e pimentão doce. Leve uma wok ao lume com o azeite, quando este estiver quente adicione os alhos, deixe cozinhar durante breves segundos. Aloure as tiras de frango, junte a mistura dos legumes e salteie até os legumes estarem al-dente. Retire do lume e reserve.
 
3º Passo: Numa taça bata as ovos, junte o leite de côco, a manga cortada aos cubinhos pequenos e os coentros, misture tudo muito bem. Junte o frango e vegetais e misture tudo muito bem. Coloque por cima da massa. Se não utilizar a massa, coloque a mistura num recipiente refractário previamente untado com azeite. Leve ao forno durante cerca de 35-40 minutos, ou até a quiche estar douradinha.
 
Com esta receita que me desperta memórias de infância à muito adormecidas participo no desafio lançado no blog Limited Edition.
 
 
P.S. Afinal não sou um ovo podre, lol!
 
Notas: Nas fotos podem ser a versão com e sem massa. Nesta receita a manga quase que parece que sabe a batata doce, por isso para quem não gosta de juntar fruta na comida salgada, pode arriscar nesta receita colocar fruta, pois não vai sentir muito o sabor.
 
In English

The nights grow long and the wait continues, waiting for the person who understands us best, has a warmth the size of the world, the most cozy lap of all, and who is the best listener and who cooks for us.  I start to wonder if something happened, if she is just late because of work or the car broke down on the way. I want to see her safe and sound, to give me a big hug as only she knows how to give and to ask me the usual questions. How many nights I despaired waiting for her and always with the same doubts, doubts to which my father had no answer.

Doubts that were clarified as soon as she came through the door, almost always with shopping bags, those bags which often brought the ingredients to prepare the evening meal or supper. How often I loved to wait for you, to see you and share your company, even once my belly was giving clear sounds of hunger, just so that I could eat with you, eat what you prepared for us. Many were the times that we had dinner around 23h-24h.  My father insisted that he would prepare something fast for me to eat or suggest other things that I could eat, but I would say no ... all because we preferred to eat what you were going to prepare with much love and affection after more than 12 hours of work on top , not counting the days that followed where you were doing crazy hours and  your eyes showed much fatigue that suddenly you seemed 10 years older. Even though the meal that you prepared for us was the most unpalatable in the World, we would feel like we were eating a true food of the gods, all because there are more important things in life than a gourmet dish, nutritious and super-tasty, there is a spirit of love and sharing around a table even if there is only bread and water to share, there is conviviality and friendship.

 
 
So today I dedicate this post to my mother who worked like a slave for many years and swallowed many, many frogs, all for us to have a better life, striving to the utmost to take time to be with us and prepare healthy meals. Thank you Mom for everything and beyond. Enjoy your day; happy birthday.

Many of these meals consisted of quiches, with or without but more often with no pastry. It's a shame there is no record of what my mother used to do more often , but as I remember there was almost always chicken , I decided to opt for this version , since every time I prepare this quiche I remembered these sad episodes of my childhood.

 

Ingredients for quiche 1 of 23 cm:

- 300 gr . mixed cut vegetables (e.g. cabbage, corn, bean sprouts, leeks, peppers of many colors, etc ... )
- 1 chicken breast
- Black pepper freshly ground
- Salt qb
- 1 teaspoon of turmeric
- 1 teaspoon sweet paprika
- 2 tablespoons extra virgin olive oil
- 2 cloves garlic, chopped finely
- 5 eggs Medium size
- 200 ml of coconut milk
- 1 mango
- 2 tablespoons of chopped coriander
- 1 ready to roll puff pastry (optional )

Preparation:

Step 1:
Preheat oven to 200 ºC. If using the pastry, roll it out and place on a pastry case with about 23 cm, place weights on top (e.g. beans) and bake for 8-10 minutes, remove the weights and bake for another 5 minutes. Reserve.

Step 2:
Meanwhile, cut the chicken breast into strips and season with salt, pepper , saffron and sweet paprika. Place a wok with oil on the hob and when it is hot add the garlic, cook for a few seconds. Add the mixture of vegetables and sauté until the vegetables are al dente. Remove from heat and set aside.

Step 3: In a bowl beat the eggs, add the coconut milk, mango cut into small cubes and coriander, mix everything well . Add the chicken and vegetables and mix everything. Place on top of the pastry. If not using the pastry, place the mixture in a greased baking refractory container with olive oil. Bake for about 35-40 minutes or until the quiche is lightly brown.

With this recipe participate in the challenge launch by the blog in Limited Edition.

Notes: In the photos you can see the version with and without pastry. In this recipe the mango almost seems to taste like sweet potatoes, so for those who do not like fruit in salty food, you can give it a try with this recipe.


Imprimir

01/10/2013

Tarte de vegetais/Vegetable Tart

Cada vez mais tento reduzir cá em casa a quantidade de carne que comêmos, tento dar cada vez mais preferência a saladas, quiches e hambúrgueres em que a carne seja substituída por outros ingredientes vegetarianos. Mas não é fácil, nada fácil, se fosse só eu a mudança secalhar seria mais rápida, mas quando se trata de alimentar uma família o assunto já é mais complicado. Mas pronto, nada como um dia de cada vez. Mas o meu objectivo é reduzir o consumo de carne para 1-2 refeições por semana.
 
Esta tarte é boa para acompanhamento de algo ou até para se comer só como uma saladinha a acompanhar. A qualidade dos vegetais usados é muito importante nesta receita, pois eles aqui é que são os reis.
 
 
Ingredientes para 1 molde de 23 cm:
 
- 2 courgettes verdes
- 1 courgette amarela
- 1 beringela grande
- 2 cebolas roxas
- 1 tomate grande
- 60 ml de vinho branco ou caldo de legumes
- 30 ml de azeite virgem
- Sal q.b.
- Pimenta preta moída na hora
- Tomilho q.b.
- 50 gr. de queijo parmesão ralado
 
Modo de Preparação:
 
1º Passo: Pré-aqueça o forno a 180ºC. Cortar as courgettes, beringela, cebolas e tomate em rodelas bem fininhas. Eu usei um mandolin, pois facilita bastante a vida.
 
2º Passo: Pincelar um recipiente refractário de 23 cm com azeite. Colocar 1 rodela de beringela, depois 2 de courgette e 1 de cebola à volta do recipiente refractário, repetir este processo até acabar todos os ingredientes. Dispôr o tomate e a restante courgette no centro.
 
3º Passo: Tempere os vegetais com o sal, pimenta, azeite e vinho. Polvilhe com o queijo ralado e leve ao forno durante cerca de 1 hora ou até os vegetais estarem cozinhados. Polvilhe com tomilho e sirva.
 
Notas: Se sobrarem vegetais poderá congelá-los para mais tarde usá-los numa sopa. 
 
Fonte: Receita adaptada do site Directo al Paladar.
 
 
In English
 
Around where I´m trying to reduce the amount of meat that we eat, giving preference to salads, tarts and burgers were the meat is replaced by other vegetarian ingredients. But it is not easy, if it was just me the transition would be faster, but when it comes to feeding a family it is more complicated. Nothing like a day at a time. But my goal is to reduce meat consumption to 1-2 meals per week.

This tart is good as a side dish or even just with a salad to accompany. The quality of the vegetables used in this recipe is very important because they are the stars of this dish.
 

Ingredients for a 23 cm mold:

- 2 green courgettes
- 1 yellow courgette
- 1 large aubergine
- 2 red onions
- 1 large tomato
- 60 ml white wine or vegetable broth
- 30 ml of olive oil
- Salt qb
- Freshly ground black pepper qb
- Thyme qb
- 50 gr. grated Parmesan cheese

 
Preparation:

Step 1: Preheat oven to 180 ºC. Slice thinly the courgette, aubergine, onions and tomatoes. I used a mandolin, it makes life much easier.

Step 2: Brush a tin of 23 cm with olive oil. Place one slice of aubergine, then 2 slices of courgette and 1 slice of onion around the tin, repeat this process until you use all the ingredients. Arrange the remaining courgette and tomato in the center.

Step 3: Season the vegetables with salt, pepper, olive oil and wine. Sprinkle with grated cheese and bake for about 1 hour or until vegetables are cooked. Sprinkle with thyme and serve.

Notes: If you have leftover vegetables you can freeze them, to use in a soup.

Source: Recipe adapted from Directo al Paladar.

Imprimir