24/06/2011

Carne de Porco com Migas à Alentejana

A comida Alentejana é uma das minhas preferidas, pela sua rusticidade, sabores fortes e demarcantes e tantas outras características que me enamoram e conquistam a cada garfada. Apesar de tudo considero que Portugal é um país muito rico gastronomicamente, apesar de não ser tão valorizado como deveria lá fora. E até me dá um nó cada vez que vejo cozinheiros internacionais, que verdade seja dita, raramente fazem ou incluem receitas portuguesas nos seus livros, apesar de terem de vários países da Europa, mas quando as fazem alteram tanto que acho que distorcem a realidade completamente e de português pouco ou nada tem.
Desta forma, considero a nossa gastronomia como o meu refúgio, em que quase ninguém conhece ou ouviu falar e onde eu me posso esconder e encantar com cada receita nova que descubro e que demarca tanto o nosso passado, como se fosse a descoberta de um novo destino turístico apenas conhecido pelos habitantes locais, pouco explorando ou com tanto por descobrir, redescobrir e reinventar.

Adoro, quando visito blogs portugueses e fico a saber as tradições por detrás desta ou daquela receita, ou do passado histórico relacionado com a receita em si. É interessante ver como tudo tem uma ligação e a ligação junta gentes, costumes, locais e tradições, que por detrás tem aromas e sabores bem nossos.

Ingredientes:

- 70 gr. de toucinho branco
- 500 gr. de carne de porco (usei a parte do lombo)
- 75 gr. de bacon aos cubinhos
- 3 colheres de sopa de azeite de Moura
- 1 folha de louro
- 12 dentes de alho espalmados
- 1 colher de sopa bem cheia de massa de pimentão
- 500 gr. de pão alentejano (de preferência com pelo menos 2 dias de idade)
- 1,2 l de água a ferver
- 5 colheres de sopa de coentros frescos picados finamente
- Sal q.b.
- Pimenta preta moída na hora

Modo de Preparação Tradicional:

1º Passo: Temperar a carne com o sal, pimenta, massa de pimentão, 7 dentes de alho e a folha de louro. Deixar a marinar por 30 minutos pelo menos.

2º Passo: Levar um tachinho de barro a aquecer. Quando estiver quente adicionar o azeite e a banha. Quando a banha derreter adicione o bacon e a carne de porco. Deixe dourar, irá levar uns 8-10 minutos mais ou menos. Remover do tacho e deixe a repousar tapado com papel de alumínio, deixe a gordura que se formou no tacho.

3º Passo: Corte o pão em cubinhos de 1,5 cm. Deite o pão e os restantes alhos no tacho que usou previamente e deixe o pão aquecer por breves minutos. Junte a água a ferver, junte 4 colheres de sopa de coentros tape o tacho e deixe cozinhar até toda a água ter sido absorvida pelo pão.

4º Passo: Coloque as migas num prato de barro coloque por cima a carne e polvilhe com os restantes coentros.

Notas: Se o pão fôr extremamente duro deverá adicionar mais água e deixar o pão cozinhar por mais tempo de forma a que o pão amoleça.

Fonte: Receita adaptada do blog Elvira´s Bistrot. Um blog bem português com receitas super deliciosas tanto de Portugal como do Mundo afora.

18 comentários:

  1. eu adoro comida bem tipica de portugal e ca em casa fazemos muito.
    este prato tambem gosto muto
    beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Olha, que pratinho tão bom para o meu almoço, adoro comida alentejana e as migas então... delícia.

    Beijo
    Maria José

    ResponderEliminar
  3. Já somos duas a adorar a nossa excelente gastronomia. E a do Algarve? É fantástica não é? Adoro migas e adoro esse prato, aqui tão bem fotografado. : )
    beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Portugal é, sem dúvida alguma, um país com uma gastronomia invejável... de norte a sul :)

    ResponderEliminar
  5. Que maravilha de aspecto, os meus parabéns!

    ResponderEliminar
  6. Como eu gosto da cozinha portuguesa, e como boa alentejana que sou, este prato deixa-me a babar. Gosto imenso e já comia um belo prato das tuas migas com a carninha de porco.
    Um beijinho e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  7. Que delícia de prato, uma maravilha!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. E verdade o que dizes a cozinha portuguesa é excelente e uma receita tem sempre uma história , gostei bastante desta carne de porco com migas, bjs e bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  9. Adoro a nossa culinária, é aquela comida que nos preenche a alma! A tua refeição ficou com excelente aspecto.

    Como boa alentejana que sou, só conheci as migas com 16 anos :D

    ResponderEliminar
  10. Eu amo carne de porco, essa ai está de encher a boca de água...

    abraço
    Daniel Deywes
    http://feitonahora.blogspot.com

    ResponderEliminar
  11. Querida cacahute!, estoy de acuerdo contigo completamente!!!..la cocina Portuguesa no se valora lo suficiente!..yo ador tu pais por muchos motivos y te aseguro que los recuerdos de lo bien que he comido alli son uno de ellos!:)
    Tu carne es deliciosa, una receta para conservar y además cocinada por una verdadera Portuguesa..sin tonterias de grandes chefs, que la mayoria de las veces desvirtuan las recetas originales!!!
    Mil besos cacahuete!:)

    ResponderEliminar
  12. O prato ficou com uma apresentação maravilhosa!
    Bjs

    ResponderEliminar
  13. A nossa cozinha é de uma riqueza que não tem fim, esta receita está uma maravilha, bjs.

    ResponderEliminar
  14. Isto é igualmente verdade para os vinhos. Nem sempre o nosso património é devidamente valorizado.
    Boa receita esta!
    Bj

    ResponderEliminar
  15. Também aprecio bastante este tipo de pratos. Concordo quando diz que muitas vezes não damos valor à nossa gastronomia. Infelizmente, temos este complexo de inferioridade que nos leva a achar que só o que vem de fora é que é bom. Temos pratos bem bons em Portugal. E nos Açores, de onde sou natural :) Um beijinho e parabéns pelo excelente blogue.

    ResponderEliminar
  16. Maravilha. É um dos meus pratos portugueses preferidos.

    ResponderEliminar
  17. Adoro migas, ou não fosse eu uma alentejana de gema =) parabéns pelas tuas receitas!

    ResponderEliminar

Agradeço a todos o tempo que disponibilizaram para deixar uma mensagem neste cantinho! Pois nem só de publicações vive um blog.