11/06/2010

Tarte de Ruibarbo

Ruibarbo é óptimo para fazer doces. Dá um sabor ácido que contrasta muito bem com o doce que vêm de outros ingredientes usados na confecção de tartes, bolos, etc... Desde que começa a aparecer no mercado, tento sempre utilizá-lo ao máximo, pois dura pouco tempo, e não gosto de usar a versão que existe na área dos congelados. E nada melhor do ir testando sempre novas receitas.
Esta tarte não ficou nada fotogénica, mas posso dizer que ficou uma verdadeira maravilha...
E não se esqueçam que está a decorrer um passatempo, para verem como participar vejam o post anterior.
Ingredientes para a massa:
- 150 gr. de farinha sem fermento
- 25 gr. de açúcar em pó
- 100 gr. de manteiga
- 1 ovo batido
- Manteiga para untar a forma
Ingredientes para o recheio:
- 4 colheres de sopa de doce de morango
- 4 gemas de ovo
- 300 ml de natas
- 225 gr. de ruibarbo (cortado com 2 cm de comprimento)
Modo de Preparação na Bimby:
1º Passo: Para fazer a massa. Coloque a farinha, açúcar, manteiga e metade do ovo batido no copo da Bimby e programe 1 min., Vel. 4. A meio do tempo aproveite para baixar os ingredientes que estiverem agarrados à parede do copo.
2º Passo: Junte uma colher de sopa ao restante ovo batido e misture muito bem, reserve. Espalme a massa ligeiramente e envolva em película aderente. Coloque no frigorífico durante 30 minutos ou 10 minutos no congelador. Se estiver muito calor na cozinha aconselho a colocar no congelador por mais tempo e quando fôr trabalhar a massa o faço rapidamente.
3º Passo: Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte uma forma para tartes de 23 cm com um pouco de manteiga. Retire a massa do congelador ou frigorífico e coloque-a entre 2 folhas de película aderente com um tamanho superior à sua forma. Com a ajuda de um rolo espalme a massa até ficar com 0,5 cm de espessura, e com um tamanho que cubra o fundo da forma e os lados.
4º Passo: Remova a película aderente virada para si. Agarre nas pontas da película aderente e coloque a massa sobre a forma ficando com a película aderente virada para si. Com a ajuda dos dedos pressione a massa sobre a forma e corte a massa que sobra à volta da forma. Retire a película aderente e leve a forma ao congelador por 10 minutos pelos menos.
5º Passo: Coloque papel vegetal sobre a massa, de forma a cobrir o fundo e os lados por cima coloque feijões secos ou alguns pesos. Leve ao forno durante 10 minutos, ou até a massa estar seca.
6º Passo: Retire do forno, remova o papel vegetal com os pesos. Pincele com o restante ovo batido com a água e leve ao forno por mais 4-5 minutos. Retire do forno e reserve.
7º Passo: Coloque as gemas, doce de morango e natas no copo da bimby e programe 1 minuto, Vel. 4. Disponha o creme por cima da massa e no topo coloque o ruibarbo. Leve ao forno durante 30 minutos, ou até estar bem passada. Deixe arrefecer à temperatura ambiente.
 

Notas: Se o ruibarbo fôr muito grosso, corte primeiro ao meio e depois corte em bocados de 2 cm. Poderá optar por outro tipo de massa mais fácil de trabalhar com temperaturas acima dos 25ºC.
Fonte: Receita ligeiramente adaptada da Rachel Allen.

16 comentários:

  1. Tou curiosa para provar o ruibarbo...tenho visto tantas receitas...mas ainda não experimentei! Confesso que com a tua tarte fiquei tentada!
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  2. Belíssima tarte esta. Nunca provei ruibardo, para falar verdade nem sei o que é. O que me agrada deveras nesta coisa dos blogues é a forma como tomamos conhecimentos de novos produtos, dos quais nunca ouvimos falar. Adorei e mesmo não sabendo o gosto do ruibardo, poderia apostar que deve ficar uma tarte de sabor delicioso.

    ResponderEliminar
  3. Que delícia!! Aspecto super apetitoso!! Bjs!

    ResponderEliminar
  4. Nunca comi Ruibarbo, mas estou verdadeiramente tentada !!
    Ficou deliciosa esta tarte.

    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Um aspecto divinal, pena ainda não consegui encontrar ruibarbo por etas bandas.

    Bieijinhos

    ResponderEliminar
  6. Estas a ver a razão do número de visitas ao teu blog? Quem resiste a esta tarte com tão bom aspecto! Temos que nos contentar com as fotos!
    Ainda por cima, ruibardo nem vê-lo! Comprei uma única vez e nunca mais tive oportunidade... pena que aqui é tão difícil encontrar... Manda lá uma fatia de tarte. lol
    Beijos.

    ResponderEliminar
  7. Aqui no Brasil não encontramos ruibarbo, uma pena né? Dá pra fazer tanta coisa com ele não é mesmo?
    Bjs

    ResponderEliminar
  8. La verdad que tiene una pinta tremenda...por aquí yo no encuentro el ruibarbo y tengo alguna qué otra recetilla...qué le vamos ha hacer???
    Una tarta genial...
    Besitos.

    ResponderEliminar
  9. Querida Cacahuete,
    Desculpa que te dida, mas a tua tarte pelo contrário ficou muito fotogénica!! Também nunca comi ruibarbo, sei que é muito utilizado em sobremesas, mas por aqui, nunca encontrei! Pena, porque gostaria muito de experimentar a tua tarte que parece deliciosa!
    Um grande beijinho e bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  10. Conheço de mercados estrangeiros, por aqui nunca o vi à venda.
    A tua tarte está óptima!

    ResponderEliminar
  11. Olá! Obrigada pela visita. O lombo assim fica bom, e bonito =) Esta tarte fiquei na dúvida, o que é ruibarbo? beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Ficou linda!!
    Beijinhos e bom fim de semana,
    Lia.

    ResponderEliminar
  13. Tambem gosto do sabor do ruibarbo nos doces. Provei em tempos uma trate de ruibarbo com morangos e gostava de reproduzi-la mas por aqui é difícil encontrar.
    Acho que ficou bem bonita.
    Bom domingo!

    ResponderEliminar
  14. Amo esta tarte...
    Também tenho no terreno esta planta maravilhosa
    Pode ser uma fatias...
    JNihos fofos

    ResponderEliminar
  15. Já andei deseperada à procura de Ruibarbo.
    Na semana passada encontrei à venda na Miosotis em Lx e não comprei :(
    Às vezes não me compreendo!
    Ou melhor, até compreendo. Fiquei com receio de deixar estragar porque ando sem tempo para grandes cozinhados.
    Bela tarte doce. Óptimo aspecto. Já marchava!

    ResponderEliminar

Agradeço a todos o tempo que disponibilizaram para deixar uma mensagem neste cantinho! Pois nem só de publicações vive um blog.