14/12/2009

Bolachas de Côco e Aveia

O valor nutritivo do côco varia de acordo com seu estado de maturação, apresentando de maneira geral bom teor de sais minerais (potássio, sódio, fósforo e cloro), e fibras, importantes para o estímulo da actividade intestinal. Devido ao seu conteúdo em sais de potássio e sódio, é um alimento adequado contra aterosclerose, para o sistema nervoso, cérebro e pulmões, além de ser um bom alimento para os diabéticos.
A água de côco é muito saborosa. Pode ser empregada como diurético, por ser inofensiva e rica em sais de potássio. É também indicada nos casos de diarréia, vômitos ou mesmo desidratação. Tem grande eficácia nos casos de pressão alta, problemas cardíacos, cãibras, astenia, dores de cabeça e mal-estar. Ajuda também no crescimento infantil e no combate ao colesterol.
Já o coco maduro é contra-indicado às pessoas com problemas cardíacos e que tenham alta taxa de colesterol no sangue.
Para verificar se o coco maduro está em boas condições, é suficiente bater com uma moeda na casca. Se ele estiver fresco, o som será estridente. Som oco indica que a fruta está estragada. Cem gramas de coco maduro fornecem 266 kilocalorias e 100 gramas de água de coco, 22 kilocalorias. O coco pode ser conservado refrigerado de 15 dias a um mês.
Texto retirado daqui.
Ingredientes:
- 250 gr. de margarina
- 150 gr. de açúcar amarelo
- 50 gr. de açúcar granulado branco
- 1 ovo xl
- 1 colher de sopa de essência de baunilha
- 225 gr. de farinha sem fermento
- 1 colher de sopa de fermento
- 1 colher de chá de bicarbonato de sódio
- 125 gr. de flocos de aveia inteiros
- 75 gr. de coco ralado
Modo de Preparação Tradicional:
1º Passo: Pré-aqueça o forno a 180º C. Passe ligeiramente manteiga no tabuleiro que irá levar ao forno.
2º Passo: Misture a manteiga e os açúcares com a ajuda da batedeira, até obter um creme leve e fofo. Gradualmente junte à mistura o ovo e a essência de baunilha, batendo bastante bem.
3º Passo: Misture a farinha, fermento e bicarbonato de sódio numa taça à parte. Adicione esta mistura à mistura anterior e bata tudo muito bem até obter uma mistura suave. Envolva o côco e a aveia ao preparada com a ajuda de uma colher de metal ou espátula.
4º Passo: Molde bolinhas do tamanho de uma bola de badminton e disponha-as no tabuleiro com 5 cm de distancia umas das outras. Espalme as bolinhas com a ajuda da palma da mão.
5º Passo: Leve ao forno durante 12-15 minutos, ou até estarem douradas. Retire o tabuleiro do forno e transfira as bolachas para uma grelha e deixe-as arrefecer completamente antes de poder saboreá-las.
Modo de Preparação na Bimby:
1º Passo: Pré-aqueça o forno a 180º C. Passe ligeiramente manteiga no tabuleiro que irá levar ao forno.
2º Passo: Coloque a manteiga e açúcar no copo da Bimby e programe 20 seg., Vel. 4. Junte a farinha, fermento e bicarbonato de sódio e programe 20 seg., Vel. 4. Adicione o ovo e essência de baunilha e programe 20 seg., Vel. 4.
3º Passo: Molde bolinhas do tamanho de uma bola de badminton e disponha-as no tabuleiro com 5 cm de distancia umas das outras. Espalme as bolinhas com a ajuda da palma da mão.
4º Passo: Leve ao forno durante 12-15 minutos, ou até estarem douradas. Retire o tabuleiro do forno e transfira as bolachas para uma grelha e deixe-as arrefecer completamente antes de poder saboreá-las.
Espero que tenham gostado desta sugestão ;)
Fonte: Adaptada do livro Cakes & Cookies da Gina Steer.

16 comentários:

  1. Que lindas bolachinhas,adoro bolachas de aveia,jinhoss

    ResponderEliminar
  2. Tb sou fan por bolachinhas de aveia. Que delicia :-)

    ResponderEliminar
  3. Devem estar deliciosas (além de lindas!). Já anotei e vou fazer!!!

    ResponderEliminar
  4. Além das bolachinhas aparentarem serem muito boas, adorei ler sobre as especificidades do côco. Só sabia que o coco é bastante calorico, especialmente aquele coco que nós temos hábito de usar na culinária.

    Quero ver se começo a usar coco natural ralado tal e qual como a Gina faz.

    ResponderEliminar
  5. Devem ser uma delicía.
    Côco e aveia é uma combinação que me agrada muito.

    http://asvezescozinheira.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. Além de lindas, são bem nutritivas, uma maneira inteligente de adicionar aveia no alimento de minha neta que não gosta de aveia. beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Eu adorei a sugestão! E também gostei de saber do truque da moedinha para verifcar se o coco é fresco ou não! Obrigada, qualquer dia faço estas lindas bolachinhas!
    beijinho.

    ResponderEliminar
  8. Muito obrigado pela explicação.
    Parabéns estão lindas.
    bjss

    ResponderEliminar
  9. Que óptimas cookies!!! E ainda por cima eu adoro côco!
    Beijocas*

    ResponderEliminar
  10. Que lindas as bolachas! E com esta receita não há meio de não serem deliciosas!
    Bjos

    ResponderEliminar
  11. Adoro e até tenho uma receita que fiz de bolachas de coco e aveia mas sem ovo :) Ficam muito boas!!

    ResponderEliminar
  12. Que bolachas tão boas, adoro aveia e coco nem se fala.
    Ainda por cima faz bem a tanta coisa.

    Bjs

    ResponderEliminar
  13. Belinha ja somos duas!

    Argas, para alem de belas o sabor e super bom.

    Romy, ja somos 3!

    Marina, depois diga-me como correu a experiencia.

    Rute, realmente o ideial e sermos nos a ralar um coco fresco, mas no dia-a-dia torna-se dificil, mas quando existe forca de vontade consegue-se tudo, lol!

    Autora ja somos 4.

    Luisa, eu sou fa de biscoitos mais do que bolos.

    Suely, e uma questao de experimentar, mas aposto que ela nem vai notar, pois o coco disfarca o sabor da aveia.

    Isabel, estes truques dao sempre jeito saber.

    Abelhinha de nada!

    Cuca ja somos 5.

    Figos, sao realmente uma delicia.

    Ameixinha ja somos 6.

    Sandra ja somos 7.

    Beijinhos a todos e muito obrigada pelas palavras que aqui deixam, tem sempre muita importancia e valor para mim.

    ResponderEliminar
  14. MAs que bolachas lindas!! e tem tudo o q gosto!! quem me dera prova-las agora!! UAU!

    ResponderEliminar

Agradeço a todos o tempo que disponibilizaram para deixar uma mensagem neste cantinho! Pois nem só de publicações vive um blog.