19/12/2009

De férias

Neste momento encontro-me de férias e tem-me sido impossível visitar os vossos blog ou até responder aos comentários deixados aqui. Queria ter deixado uma série de receitas agendadas, mas infelizmente não consegui arranjar o tempo para isso.
Desejo-vos um santo e feliz natal cheio de surpresas boas, e um ano novo com muita saúde e alegria.
Volto a meio do mês de Janeiro.
Beijinhos

18/12/2009

Esparguete com Molho de Pimentos

Aqui está uma refeição vegetariana bem rápida e fácil de fazer.
 
Ingredientes:
- 10 ml de azeite
- 3 dentes de alho
- 1 caldo de legumes
- 1 pimento vermelho
- 1 pimento verde
- 1 pimento amarelo
- 2 latas de cogumelos laminados de 290 gr. cada
- 1 pacote de natas de soja
- 1 colher de sobremesa de sementes de mostarda
- Coentros picados finamente q.b.
Modo de Preparação na Bimby:
1º Passo: Colocar o alho picado, o azeite e o caldo no copo e programar 5 min., Vel 1, Temp. 90ºC.
2º Passo: Adicionar as natas, pimentos cortados em quadrados, as sementes de mostarda e os cogumelos e programe 10 min., Vel.1, Temp. 90ºC.
3º Passo: Coloque o molho por cima do esparguete e polvilhe com os coentros picados finamente.
Notas: Este molho sabe muito melhor se for feito com cogumelos frescos. Poderá colocar logo alguns coentros no momento em que adiciona as natas.

16/12/2009

Espetadas Vegetarianas


Esta espetada é uma maravilha, é tão boa, tão boa, que cada vez que a comemos até parece que estamos a comer carne.
Ingredientes para 6 espetadas:
- 1 cebola roxa grande
- 12 tomates cereja
- 6 cogumelos grandes
- 1 pimento vermelho
- 1 pimento verde
Ingredientes para o molho:
- 30 ml de azeite
- 50 gr. de queijo feta
- 1 mão de coentros picadas finamente
Modo de Preparação Tradicional:
1º Passo: Ligue o grelhador. Corte a cebola em 16 partes, os cogumelos ao meio e os pimentos em cubinhos.
2º Passo: Monte as espetadas alternado os ingredientes.
3º Passo: Misture o azeite com os coentros e junte o queijo cortado aos cubinhos. Distribua sobre as espatadas já no prato.


Super simples e rápido de fazer e posso dizer que a satisfação que se tem a comer uma espetada destas é praticamente a mesma do que se estivessemos a comer carne, lol! Para alguns claro...

14/12/2009

Bolachas de Côco e Aveia

O valor nutritivo do côco varia de acordo com seu estado de maturação, apresentando de maneira geral bom teor de sais minerais (potássio, sódio, fósforo e cloro), e fibras, importantes para o estímulo da actividade intestinal. Devido ao seu conteúdo em sais de potássio e sódio, é um alimento adequado contra aterosclerose, para o sistema nervoso, cérebro e pulmões, além de ser um bom alimento para os diabéticos.
A água de côco é muito saborosa. Pode ser empregada como diurético, por ser inofensiva e rica em sais de potássio. É também indicada nos casos de diarréia, vômitos ou mesmo desidratação. Tem grande eficácia nos casos de pressão alta, problemas cardíacos, cãibras, astenia, dores de cabeça e mal-estar. Ajuda também no crescimento infantil e no combate ao colesterol.
Já o coco maduro é contra-indicado às pessoas com problemas cardíacos e que tenham alta taxa de colesterol no sangue.
Para verificar se o coco maduro está em boas condições, é suficiente bater com uma moeda na casca. Se ele estiver fresco, o som será estridente. Som oco indica que a fruta está estragada. Cem gramas de coco maduro fornecem 266 kilocalorias e 100 gramas de água de coco, 22 kilocalorias. O coco pode ser conservado refrigerado de 15 dias a um mês.
Texto retirado daqui.
Ingredientes:
- 250 gr. de margarina
- 150 gr. de açúcar amarelo
- 50 gr. de açúcar granulado branco
- 1 ovo xl
- 1 colher de sopa de essência de baunilha
- 225 gr. de farinha sem fermento
- 1 colher de sopa de fermento
- 1 colher de chá de bicarbonato de sódio
- 125 gr. de flocos de aveia inteiros
- 75 gr. de coco ralado
Modo de Preparação Tradicional:
1º Passo: Pré-aqueça o forno a 180º C. Passe ligeiramente manteiga no tabuleiro que irá levar ao forno.
2º Passo: Misture a manteiga e os açúcares com a ajuda da batedeira, até obter um creme leve e fofo. Gradualmente junte à mistura o ovo e a essência de baunilha, batendo bastante bem.
3º Passo: Misture a farinha, fermento e bicarbonato de sódio numa taça à parte. Adicione esta mistura à mistura anterior e bata tudo muito bem até obter uma mistura suave. Envolva o côco e a aveia ao preparada com a ajuda de uma colher de metal ou espátula.
4º Passo: Molde bolinhas do tamanho de uma bola de badminton e disponha-as no tabuleiro com 5 cm de distancia umas das outras. Espalme as bolinhas com a ajuda da palma da mão.
5º Passo: Leve ao forno durante 12-15 minutos, ou até estarem douradas. Retire o tabuleiro do forno e transfira as bolachas para uma grelha e deixe-as arrefecer completamente antes de poder saboreá-las.
Modo de Preparação na Bimby:
1º Passo: Pré-aqueça o forno a 180º C. Passe ligeiramente manteiga no tabuleiro que irá levar ao forno.
2º Passo: Coloque a manteiga e açúcar no copo da Bimby e programe 20 seg., Vel. 4. Junte a farinha, fermento e bicarbonato de sódio e programe 20 seg., Vel. 4. Adicione o ovo e essência de baunilha e programe 20 seg., Vel. 4.
3º Passo: Molde bolinhas do tamanho de uma bola de badminton e disponha-as no tabuleiro com 5 cm de distancia umas das outras. Espalme as bolinhas com a ajuda da palma da mão.
4º Passo: Leve ao forno durante 12-15 minutos, ou até estarem douradas. Retire o tabuleiro do forno e transfira as bolachas para uma grelha e deixe-as arrefecer completamente antes de poder saboreá-las.
Espero que tenham gostado desta sugestão ;)
Fonte: Adaptada do livro Cakes & Cookies da Gina Steer.

13/12/2009

Bolachas Polka de Chocolate com Smarties Azuis para o Dia da Cor

Posso mesmo dizer que esta cor foi um grande desafio para mim. Ainda hoje de manhã tentei fazer gnocchis azuis, mas ficaram mais do tom lilás que outra coisa. Pois eu queria utilizar alimentos que juntos podessem dar origem a cor azul, para tal fiz a junção dos sucos de tais alimentos, mas em vez do tom azul, obtive lilás. Por isso tive de improvisar e remediar-me com o que tinha em casa. Até que me lembrei dos smarties azuis e juntei-os com a minha receita preferida de bolachas. A qual até já tinha publicado aqui, mas hoje alterei ligeiramente a receita.
Ingredientes:
- 225 gr. de manteiga amolecida
- 375 gr. e açúcar castanho ou açúcar light mascavado
- 2 colheres de sopa de extracto de baunilha
- 1 colher de sopa rasa de fermento
- 1 colher de sopa rasa de bicarbonato de sódio
- 2 ovos batidos
- 350 gr. de farinha sem fermento
- 1 colher de sobremesa de sal
- 50 gr. de chocolate preto com 90% de cacau derretido
- 150 gr. de smarties
Modo de Preparação na Bimby:
1º Passo: Pré-aqueça o forno a 180ºC.
2º Passo: Junte a manteiga com o açúcar e programe 1,30 min., Vel. 3. Adicione o extracto de baunilha e os ovos batidos e programe 1 min., Vel. 3.
3º Passo: Adicione a farinha, sal, bicarbonato de sódio e fermento ao copo. Programe 1 min., Vel. Espiga. Adicione o chocolate derretido e os smarties e envolva tudo muito bem com a ajuda da espátula.
4º Passo: Molde a massa em forma de bolas. Se quiseres bolachas grandes molde a massa na forma de bolas de golfe, se quiseres bolachas pequenas molde a massa em forma de nozes. Disponha as bolas que fez num tabuleiro anti-aderente. Não necessita de barrar o tabuleiro com manteiga.
5º Passo: Coloque as bolas no forno. As bolachas pequenas levam cerca de 10 minutos, as bolachas grandes 20 minutos. As bolachas estão prontas quando os bordos estiverem dourados e o centro pálido. Neste ponto as bolachas ficam mal passadas. Se quiser bolachas bem passadas e crocantes elas devem ser retiradas quando estiverem todas douradas.
6º Passo: Transfira as bolachas para uma grelha após 3 minutos de as retirar do forno e deixe arrefecé-las.
Modo de Preparação Tradicional:
1º Passo: Pré-aqueça o forno a 180ºC.
2º Passo: Numa taça grande misture a manteiga com o açúcar, e bata até a mistura estar bem ligada e macia. Adicione o extracto de baunilha, e os ovos enquanto está a bater.
3º Passo: Misture a farinha, sal, bicarbonato de sódio e fermento numa taça à parte. Adicione os ingredientes sólidos aos líquidos e envolva bem. Adicione o chocolate derretido e os smarties e envolva tudo muito bem.
4º Passo: Molde a massa em forma de bolas. Se quiseres bolachas grandes molde a massa na forma de bolas de golfe, se quiseres bolachas pequenas molde a massa em forma de nozes. Disponha as bolas que fez num tabuleiro anti-aderente. Não necessita de barrar o tabuleiro com manteiga.
5º Passo: Coloque as bolas no forno. As bolachas pequenas levam cerca de 10 minutos, as bolachas grandes 20 minutos. As bolachas estão prontas quando os bordos estiverem dourados e o centro pálido. Neste ponto as bolachas ficam mal passadas. Se quiser bolachas bem passadas e crocantes elas devem ser retiradas quando estiverem todas douradas.
6º Passo: Transfira as bolachas para uma grelha após 3 minutos de as retirar do forno e deixe arrefecé-las.
E esta é a minha sugestão para o dia da cor, podem ver as outras sugestão no blog Delicias e Talentos criado pela Mary com muito amor e carinho.
Aconselho a experimentarem estas bolachas, elas ficam mal passadas com uma textura super deliciosa.

11/12/2009

Bacalhau fresco a Italiana



Mais um pratinho com bacalhau fresco, mas que poderá fazer com qualquer outro tipo de peixe firme de polpa branca. Óptimo para dietas, pois tem muito poucas calorias.
Ingredientes:
- 4 postas de peixe bacalhau fresco
- 1 colher de sopa de azeite
- 5 tomates pequenos
- 50 gr. de azeitonas pretas sem caroço
- 25 gr. de pinhões
- 1 mão cheia de basilico fresco-
- Sal q.b.
- Pimenta preta moída na hora q.b.
- Oregãos q.b.
Modo de Preparação:
1º Passo: Pré-aqueça o forno a 180ºC. Arranje o peixe se for necessário. Tempere o peixe com o sal e pimenta. Aqueça o azeite numa frigideira larga e cozinhe o peixe durante 3-4 minutos com a pele virada para baixo, até ficar tostada. Transfira o peixe para uma travessa com a pele virada para baixo.
2º Passo: Corte os tomates ao meio e disponha-os à volta do peixe. Corte as azeitonas em metades e disponha-as por cima dos tomates e salpique com os pinhões. Tempere a gosto.
3º Passo: Coloque a travessa no forno durante 15-20 minutos, até o peixe estar cozinhado. Retire a travessa do forno e coloque as folhas de basilico por cima dos tomates e peixe.

Fonte: Ligeiramente adaptada da revista Good Food, Junho de 2003.

09/12/2009

Salsichas a Provencal

Depois de ter experimentado esta receita cá em casa, nunca mais conseguimos parar de a fazer. Já fizemos várias vezes, pois é mesmo uma delicia. Façam que não se vão arrepender.
Ingredientes:
 
- 6 salsichas frescas com pedaços de chouriça vermelha
- 1 cebola grande
- 1 colher de sopa de azeite
- 1/2 pimento verde
- 1/2 pimento vermelho
- 1/2 pimento amarelo
- 1 courgette média
- 3 dentes de alho
- 5 tomates picados e sem sementes
- 2 colheres de sopa de polpa de tomate
- Sal q.b.
- Pimenta q.b.
- 1 Pitada de açúcar se achar necessário
Modo de Preparação Tradicional:
1º Passo: Coloque os tomates e a polpa de tomate numa panela ao lume e cozinhe durante 15 minutes. Tempere com o sal, pimenta e açúcar.
2º Passo: Frite as salsichas e a cebola no azeite durante 5 minutos. Adicione o pimento, courgette e alhos picados aos cubinhos. E cozinhe durante 5-10 minutos em lume médio.
3º Passo: Adicione o molho de tomate às salsichas misture durante 1 minuto e sirva de imediato.
Simples, rápido e super saboroso.

Notas: Se não conseguir arranjar as salsichas frescas com pedaços de chouriça, recomendo usarem salsichas frescas normais e adicionarem umas rodelinhas de chouriça vermelha.
Fonte: Receita adaptada da Somerfield Magazine Março 2009.

07/12/2009

Molho de Iogurte com Tomate e Menta

Este molho é uma delicia para acompanhar os hamburgueres de salmão que postei aqui ou outro tipo de fritos ou semi-fritos e saladas. Super refrescante e saboroso, recomendo vivamente a experimentarem.
Ingredientes:
- 2 tomates médios sem pele nem sementes
- 2 dentes de alho
- 3 colheres de sopa de menta fresca picada finamente
- Sal q.b.
- Pimenta preta moída na hora q.b.
- 1 pitada muito pequena de açúcar (se achar necessário)
Modo de Preparação Tradicional:
1º Passo: Triture os tomates com os alhos num liquidificador ou com a ajuda da varinha mágica. Ou se preferir corte em pedaçinhos bem pequenos o tomate e os alhos. Coloque dentro da taça onde irá servir o molho.
2º Passo: Adicione o iogurte e a menta picada à taça, misture tudo bem com a ajuda de uma colher e tempere.
E está pronto a servir... É mesmo uma delícia.

04/12/2009

Paes Pita com Cogumelos

Estes pãezinhos achatados feitos com levedura são muito comuns no médio oriente e nalguns países do mediterrâneo. Geralmente são usados para comer os kebabs, mas noutros países são usados para acompanhar todo o tipo de refeições. Fui buscar a inspiração para esta receita no site da Vaqueiro, apenas adaptei ligeiramente.
Ingredientes:
- 6 pães pitta
- 15 ml de azeite
- 3 dentes de alho
- 100 gr. de fiambre
- 350 gr. de cogumelos portobello
- 50 gr. de feta
- 75 gr. de mozarella
- 1 colher de chá de ervas da provença
- 100 gr. de espinafres
- 2 ovos
Modo de Preparação:
1º Passo: Coloquei os pães pitta no forno a 150º C, durante 15 minutos e virei-os a meio do tempo.
2º Passo: Coloquei o azeite numa frigideira anti-aderente e saltei os alhos durante 2 minutos. Junte o fiambre cortados aos cubinhos e saltei durante 3-4 minutos. Adicione os cogumelos previamente limpos com um pano húmido e os espinafres e saltei até estes murcharem.
4º Passo: Bata os ovos com as ervas da provença e o queijo feta. Misture os ovos aos ingredientes da frigideira e deixe ao lume durante 1-2 minutos até tudo estar bem ligado.
5º Passo: Distribua o preparado pelos pães pitta e coloque o queijo mozarella por cima, leve ao forno durante 15 minutos aproximadamente.

02/12/2009

Hamburgueres de Salmão com Limão e Pinhões

Estas hamburgueres foram feitas com salmão mas poderá utilizar outro tipo de peixe qualquer.
Adoro comer salmão, mas para não comer sempre da mesma maneira gosto de variar, mas quase sempre acabo por fazer hamburgueres e bolinhos.
Ingredientes para 6 hamburgueres:
- 2 colheres de sopa de azeite
- 400 gr. de salmão sem espinha e pele cortado aos cubinhos de 1 cm
- 2 colheres de sopa de sementes de coentros
- 2 colheres de sopa de coentros
- 50 gr. de parmesão ralado
- 100 gr. de pão ralado integral
- Raspas de 1 limão
- Sumo de meio limão
- 75 gr. de pinhões
- 2 ovos batidos
Modo de Preparação Tradicional:
1º Passo: Leve os pinhões ao lume numa frigideira anti-aderente durante 3 minutos ou até estarem dourados. Reserve
2º Passo: Leve uma frigideira anti-aderente ao lume e deixe aquece-la ligeiramente, adicione 1 colher de sopa de azeite, o salmão e as sementes de coentros. Saltei durante 4-5 minutos, até o peixe ficar opaco.
3º Passo: Numa taça misture os coentros, parmesão, pão ralado integral, raspas e sumo do limão e os pinhões. Adicione o peixe à taça e misture tudo muito bem. Adicione o ovo e envolva tudo bem com as mãos. Molde em forma de hamburgueres.
4º Passo: Coloque uma frigideira anti-aderente em lume médio, aqueça 1 colher de sopa de azeite e frite os hamburgueres durante 3-4 minutos cada lado, ou até estarem dourados. Se prefirir uma opção mais saúdavel será levá-los ao forno a 190º C durante 20 minutos, virando-os a meio do tempo.
Notas: Estes hamburgueres são bons para congelar, e quando quiser usá-los apenas os retire e leve directamente ao forno ou frite-os.
Fonte: Receita adaptada da Rachel Allen.

30/11/2009

Pizza de Mascarpone e Cogumelos

Adoro comer pizza, especialmente naqueles dias em que não temos muito tempo para cozinhar e queremos algo bem depressa. A receita da massa adaptei ligeiramente do blog Pão, Bolos Cia, é uma massa super fácil e rápida de fazer, para além de que se se fizer a massa fininha ela fica crocante. Recomendo vivamente a experimentarem.
Ingredientes para 2 disco cm 27 cm de diametro bem fininhos:
- 275 gr. de farinha sem fermento
- 200 ml de água
- 7 gr. de fermento royal
- Meia colher de chá de sal
- 1 Colher de sopa de azeite
Ingredientes para o recheio:
- 8 cogumelos Portobello
- 100 gr. de mascarpone
- 4 colheres de sopa de molho de tomate
- 75 gr. de queijo emmental
- Oregãos q.b.
Modo de Preparação na Bimby:
1º Passo: Colocar a água com o sal e programe 5 min., Vel. 1, Temp. 37ºC. Adicione os restantes ingredientes para a massa e programe 2 min., Vel. Espiga.
2º Passo: Esticar a massa na bancada com a ajuda de farinha e colocar a massa numa forma para pizza ou numa rede. Levar ao forno durante 5-10 minutos a 210ºC.
3º Passo: Retire a pizza do forno e rechei. Comece por dispor 2 colheres de sopa em cada disco e espalhe bem. Por cima coloque os ingredientes na seguinte ordem: emmental, cogumelos fatiados, mascarpone e oregãos. Leve ao forno durante 15-20 minutos a 190ºC.

28/11/2009

Esparguete Integral com Molho de Espargos

Este molho de espargos para acompanhar com o esparguete é uma maravilha, inventei à última da hora, pois tinha de gastar cocktail de camarão que estava no frigorífico. E não é que saiu um prato com um sabor indescritivel.
Ingredientes para 2 pessoas:
- 50 gr. de parmesão
- 250 gr. de esparguete integral
- 50 ml de cocktail de camarão ou molho de camarão
- 200 gr. de espargos
- 1 colher de sopa de mascarpone
- 250 ml de natas de soja
- 3 dentes de alho
- 1 colher de sopa de azeite
- Sal q.b.
Modo de Preparação Tradicional:
1º Passo: Cozer os espargos em água a ferver com um pouco de sal durante 6- 8 minutos. Escorra a água dos espargos e reserve. Passe os espargos por água fria. Corte as pontas dos espargos e reserve para decoração. Corte o corpo dos espargos com 1-2 cm de comprimento.
2º Passo: Leve os alho ao lume numa frigideira com o azeite e saltei durante 2 minutos. Junte o cocktail de camarão e mexa durante 3 minutos. Adicione 25gr. de parmesão, o mascarpone, as natas de soja e os espargos aos cubinhos e deixe ao lume durante 6-8 minutos. Após esse tempo poderá ralar o molho com a varinha mágica ou deixá-lo como está.
3º Passo: Colocar a água de cozedura dos espargos numa panela ao lume com um pouco de sal até levantar fervura. Adicione a massa e coza de acordo com as instruções do fabricante.
4º Passo: Disponha a massa nos pratos com o molho por cima e enfeite com as pontas dos espargos e as restantes 25 gr. de parmesão cortado em fatias bem fininhas.
Bon apetit.

26/11/2009

Biscoitos Xadrez

Amei a ideia destes biscoitos, assim que bati os olhos nesta receita, sabia que tinha de testá-la o quanto antes. Assim foi, adorei a experiência e hei-de fazê-la mais vezes. A criançada adora estas coisas, e quem for adepto de corantes alimentares ainda poderá brincar com as cores.
Ingredientes:
- 150 gr. de manteiga
- 100 gr. de açúcar em pó
- 1 pitada de sal
- 200 gr. de farinha sem fermento
- 25 gr. de cacau em pó
- 1 colher de sopa de extracto de baunilha (não confundir com essência)
- 1 ovo (não utilizei)
Modo de Preparação Tradicional:
1º Passo: Misture a manteiga com o açúcar e bata com a batedeira, até obter uma mistura cremosa.
2º Passo: Adicione o sal e gradualmente misture a farinha, batendo com a batedeira entre casa adição. Misture bem até obter uma massa homogénea.
3º Passo: Divida a massa em duas partes. Numa das partes adicione o cacau e misture muito bem.
4º Passo: Embrulhar ambas as massas separadamente em papel celofane e colocar no frigorífico durante 2 horas ou poderá colocar durante 20 minutos no congelador.
5º Passo: Pré-aqueça o forno a 190 ºC 10 minutos antes de colocar os biscoitos. Retire a massa de cacau do frigorífico e divida-a em 5 partes iguais, molde cada uma em forma cilindro, obtendo-os todas do mesmo tamanho.
6º Passo: Retirar a massa de branca do frigorífico e divida-a em 4 partes iguais, molde cada uma em forma cilindro, obtendo-os todas do mesmo tamanho.
7º Passo: Vá alternando as camadas. Coloque um cilindro de chocolate ao lado um de massa branca e ao lado outro de chocolate. Por cima altere a côr.
8º Passo: Corte a massa em biscoitos de 1 cm de espessura. Coloque os biscoitos num tabuleiro e leve-os ao forno durante 20 minutos. Retire-os e deixe arrefecê-los numa grelha.
Modo de Preparação na Bimby: 
1º Passo: Colocar o açúcar e a manteiga no copo e programar 10 seg., Vel. 5.
2º Passo: Adicionar o sal e a farinha e programar 20 seg., Vel.5.
3º Passo: Retirar metade da massa do copo e reservar. A metade que ficou no copo adicionar o cacau e programar 10 seg., Vel. 7.
4º Passo: Embrulhar ambas as massas separadamente em papel celofane e colocar no frigorífico durante 2 horas ou poderá colocar durante 20 minutos no congelador.
5º Passo: Pré-aqueça o forno a 190 ºC 10 minutos antes de colocar os biscoitos. Retire a massa de cacau do frigorífico e divida-a em 5 partes iguais, molde cada uma em forma cilindro, obtendo-os todas do mesmo tamanho.
6º Passo: Retirar a massa de branca do frigorífico e divida-a em 4 partes iguais, molde cada uma em forma cilindro, obtendo-os todas do mesmo tamanho.
7º Passo: Vá alternando as camadas. Coloque um cilindro de chocolate ao lado um de massa branca e ao lado outro de chocolate. Por cima altere a côr.
8º Passo: Corte a massa em biscoitos de 1 cm de espessura. Coloque os biscoitos num tabuleiro e leve-os ao forno durante 20 minutos. Retire-os e deixe arrefecê-los numa grelha.

Fonte: Receita ligeiramente adaptada do livro "Cakes & Cookies".

24/11/2009

Esparregado de Espinafres e o I Encontro de Blogs Portugueses em Inglaterra

Este Domingo realizou-se o I Encontro de Blogs de Culinária Portuguesa em Inglaterra, o qual eu tive o prazer de participar. Devo de agradecer à Alexandra Moura do Blog Maravilhas à Mesa pelo convite e por todo o empenho que teve em juntar toda a gente e pelo magnífico bolo que fez, estava uma delicia e a decoração ficou um must, vê-se que pôs muito amor e dedicação no bolinho, ainda tivemos tempo para trocas de prendas e tudo, uma vez que o Natal está mesmo á porta. Em anexo tenho a foto do bolo que a Alexandra fez para o encontro e a rosa gentilmente oferecida pela Alexandra à minha pessoa. Obrigada por tudo Alexandra e que venham mais encontros, gostei muito de vos conhecer a todos e acho que toda a gente que faz parte da blogsfera culinária devia participar num encontro pelo menos uma vez.
Agora passando à receita, se existe acompanhamento que eu adoro é esparregado, simples de fazer, rápido e super saboroso. Esta receita esta mais que batida, mas nunca é demais relembrar, para além de que as pessoas que mais vêm a blog são anónimos que nunca comentam e só querem saber como se faz certa e determinada coisa, por isso dedico este post aos anónimos, como eles eu também fui uma durante muito anos, a pesquisar e a retirar receitas da blosesfera, sem nunca comentar. Mas agora tudo mudou...
Ingredientes: - 300 gr. de folhas de espinafres frescas - 4 dentes de alho - 3 colheres de sopa de azeite - 3 colheres de sopa bem cheias de farinha sem fermento - 500 ml de leite magro
- 50 gr. de queijo mozzarella
- Sal q.b. - Pimenta q.b.
Modo de Preparação Tradicional:
1º Passo: Coloque 1 L de água a aquecer numa chaleira. Lave as folhas em água corrente. Coloque a água a ferver numa taça e coloque as folhas de espinafres dentro da taça durante 5 minutos. Escorra as folhas e pique-as.
2º Passo: Leve uma frigideira ao lume com o azeite e junte os alhos picados assim que estiver quente. Adicione os espinafres e saltei, mexendo regularmente. Tempere com sal e pimenta. Dissolva a farinha num pouco de leite (use o minímo possível de leite para diluir).
3º Passo: Adicione o leite e a farinha dissolvida à frigideira e continue a mexer até o esparregado engrossar. Rectifique os temperos se for necessário. Adicione a mozzarella antes de servir e mexa para a integrar no esparregado.
Notas: Apesar de ser a Maria Limoeira, nunca coloco limão ou vinagre no esparregado, prefiro mantêr o seu sabor natural.

22/11/2009

Iogurtes Maravilha

Já tenho feito imensas vezes iogurtes, mas de todos os que já experimentei continuo a apreciar e muitos os naturais. Depois de já ter feito iogurtes naturais de mil e uma maneiras, encontrei a receita ideal. Não tem segredo nenhum, o segredo apenas reside no iogurte que se utiliza sendo o iogurte que me deu melhores iogurtes naturais até hoje o grego, e apartir desse dia nunca mais utilizei outro tipo de iogurte para fazer iogurtes.
Ingredientes:
- 1 L de leite magro - 1 iogurte natural grego - 20 gr. de Leite em pó magro
Modo de Preparação na Bimby:
1º Passo: Colocar o leite e o leite em pó no copo da Bimby e programar nos primeiros 10 seg. programar Vel. 3 e depois 4 min., Temp. 50 ºC, Vel. 1.
2º Passo: Adicionar o iogurte natural grego e programar nos primeiros 10 seg. programar Vel. 3 e depois 1 min., Vel. 2.
3º Passo: Colocar os iogurtes na iogurteira durante 6-8h. Se não tiver iogurteira coloque dentro de copos de vidro e disponha-os no forno a 50ºC desligado, cobertos com um cobertor bem abafados. e deixe-os assim durante 10-12 horas.
Espero que experimentem e vão ver que realmente este tipo de iogurte faz a diferença por ter mais gordura do que os outros.

20/11/2009

Torta de Laranja para o aniversário do Tertúlias de Sabores



Como alguns sabem hoje é o 2º aniversário do Tertúlias e para comemorar o aniversário a Moira lançou um desafio. O qual consistia em escolher uma receita do reportório dela, reproduzi-la e fazer um post sobre a mesma. Depois de uma rápida pesquisa pelo Tertúlias vi esta linda Torta de Laranja que me conquistou logo à primeira vista, pela sua simplicidade e porque nunca tinha feito nenhuma torta de laranja, e também por simbolizar uma data importante para a Moira. Parabéns à Moira pelo seu blog ter completado 2 anos e pelo contributo na blogesfera ao longo destes 2 anos, com receitas e fotos fantásticas é impossível não fazer regularmente visitas.

Para além de hoje ser o 2º aniversário do Tértulias de Sabores, hoje também é o 2º aniversário de alguém muito especial que também completa 2 anos (que coincidência). Por isso esta torta vai para os aniversariantes com apenas uns ajustes da minha parte, sorry Moira.


Ingredientes:

- 10 ovos
- Metade do peso dos ovos em açúcar branco (eu coloquei menos 100 gr. para nao ficar demasiado doce para mim)
- 2 colheres de sopa de amido de milho
- raspas de 2 laranjas (eu coloquei de 2 laranjas e meia)
- sumo de 2 laranjas (eu coloquei sumo de 3 laranjas)
- Açúcar para polvilhar


Modo de Preparação Tradicional:

1º Passo: Liga-se o forno para os 90º. Unta-se um tabuleiro com margarina, forra-se de papel vegetal e volta-se a untar com margarina.

2º Passo: Batem-se todos os ingredientes com um garfo até formar bolhas. Vaza-se no tabuleiro e leva-se ao forno, subindo nessa altura a temperatura para 170º.

3º Passo:Quando começa a cheirar a cozido, testa-se com um palito, se o palito sair seco a massa está cozida. Numa mesa coloca-se um pano limpo e polvilha-se com açúcar, vira-se por cima a torta e retira-se de imediato o papel vegetal. Enrola-se a torta com a ajuda do pano e deixa-se assim repousar dentro do pano por algum tempo antes de transferir para uma travessa para não se partir.




Notas: As únicas alterações que eu fiz foi diluir o amido de milho no sumo de laranja e depois juntar aos restantes ingredientes.

18/11/2009

Douradas no Forno

Se existe peixe que eu gosto muito é Sparus aurata sp. (dourada) , ela fica bem no forno, ela fica bem grelhada, ela fica bem com muitos ingredientes e modos de preparação, para além do sabor ser óptimo. Especialmente se a dourada for do mar e não de viveiro, apesar de hoje em dia as douradas serem quase todas criadas em viveiros.
As douradas (são da família dos sargos, pargos, bogas e gorazes), têm o corpo oblongo, coberto de escamas geralmente dentadas. Têm três espinhos na barbatana anal. O céu da boca é liso e possuem uma dentição característica, com dentes incisivos cortantes (4 ou 6 em cada maxila) e os posteriores arredondados (em três fiadas). Esta dentição permite-lhe partir as conchas grossas dos moluscos de que se alimentam. Habitam os mares tropicais e temperados (nas partes mais quentes), sendo relativamente abundante no Mediterrâneo e Atlântico, na costa portuguesa. Peixe sedentário e solitário, pode também enquadrar-se em pequenos cardumes. Vive normalmente próximo das costas e desova no Verão - é um peixe essencialmente carnívoro, mas muito tímido. Pode atingir 1 metro ou mais de comprimento e mais de 15 quilos de peso. A sua carne é um pouco seca mas de um gosto excelente. Aparece até aos 150 metros de profundidade, mas é entre os 25 e 30 metros que se sente mais à vontade.
Ingredientes para 4 pessoas:
- 2 douradas com 750 gr. cada uma
- 2 cebolas às rodelas
- 2 cenouras
- 1 pimento verde
- 1 pimento vermelho
- Sal q.b.
- Pimenta preta q.b.
- Azeite
- Salsa q.b.
- 1 kg. de batatas pequenas
- 7 dentes de alho
 
Modo de Preparação Tradicional:
1º Passo: Arranje o peixe e salgue-o. Coloque um pouco de azeite no fundo de um tabuleiro, coloque o peixe por cima. À volta dos peixes disponha a cebola às rodelas, as cenouras às rodelas, tiras de pimento vermelho e verde. Tempere com pimenta e regue generosamente com azeite.
2º Passo: Pré-aqueça o forno a 200 ºC. Dê um corte em cada pólo das batatas, coloque-as num tabuleiro, por cima disponha os alhos picados e a salsa, regue com um fio de azeite. Tempere com sal e misture tudo muito bem.
3º Passo: Leve o peixe e as batatas ao forno durante 30-40 minutos, ou até os alimentos estarem cozinhados.

16/11/2009

Costeletas de Porco à la Pesto


Com a receita de pesto que fiz, quis experimentar em novos pratos para ver qual era o resultado. Neste caso, foi bastante satisfatório, pois o resultado final superou as minha expectativas. As fotos é que não ficaram lá grande coisa, para variar.
Ingredientes para 4 pessoas:
- 4 costeletas de porco
- 50 gr. queijo creme light
- 4 colheres de sopa de pesto
- 4 dentes de alho
- 100 ml de vinho branco
- 1 colher de sopa bem cheia de massa de pimentão
- 30 ml de azeite
- Sal q.b.
- Pimenta preta moída fresca q.b.
Modo de Preparação Tradicional:
1º Passo: Abra uma bolsa nas costeletas e rechei-as com uma colher de sopa de pesto e um pouco de queijo creme. Feche a bolsa com a ajuda de palitos. Num pilão misture o sal, pimenta, alhos, vinho e massa de pimentão e misture tudo até obter uma pasta. Tempere as costeletas com a pasta.
2º Passo: Coloque o azeite numa frigideira. Core as costeletas no azeite quente. Acrescente a marinada e cozinha tapado durante 5 minutos.

Notas: Poderá substituir o queijo por farinheira sem pele.
Fonte: Receita adaptada da revista Receitas de Sucesso nº 336.

15/11/2009

Pudim Custard de Banana para o dia Beje

 
Esta é a minha primeira participação no "Dia da Cor" e posso dizer que apesar da cor beige estar por todo o lado e presente em muitas coisas, foi muito difícil escolher o que fazer, pois muitas coisas andam entre o branco, creme e amarelo e não no beige. Depois de pensar acabei por escolher uma coisa bem fácil e rápida de fazer.
 
Ingredientes para 4-6 pessoas:
- 200 ml de açúcar granulado branco (usei um copo que leva 200 ml)
- 100 ml de farinha sem fermento para bolos
- 50 ml de amido de milho
- 700 ml de leite magro
- 4 gemas de ovo
- 50 gr. de manteiga
- 10 bolachas digestivas com sabor a chocolate
- 1 colher de sopa de extracto de baunilha
- 3 bananas pequenas
- Canela para polvilhar
Modo de Preparação Tradicional:
 
1º Passo: Misture o açúcar, farinha e amido de milho numa taça e misture tudo muito bem.
 
2º Passo: Leve o leite a aquecer em lume brando. Quando o leite atingir os 70ºC retire um quarto da sua quantidade e misture com as gemas de ovo. Misture o leite com os ovos aos ingredientes do 1º passo e junte ao leite que está ao lume.
 
3º Passo: Vá mexendo a mistura frequentemente até que o pudim fique agarrado às costas da colher. Deverá estar espesso.
 
4º Passo: Retire do lume e adicione a manteiga e extracto de baunilha, misture bem. Deixe o pudim arrefecer até atingir a temperatura ambiente.
 
5º Passo: Corte as bananas às rodelas. Triture as bolachas. Distribua as bolachas trituradas por taças ou copos onde irá servir a sobremesa, por cima disponha algumas rodelas de banana, repita mais uma camada de bolachas e bananas a meio do copo ou taça. Leve ao frigorífico até á hora de servir. Antes de servir polvilhe com bolachas trituradas e canela.
 
Delicie-se com esta sobremesa...
 
Notas: Poderá regular-se por um copo medidor para obter os ingredientes sólidos em ml., mas em ml é óptima para quando não temos balança onde pesar os ingredientes.

13/11/2009

Gratinado de Batatas e Alho Francês

O alho-porro (português europeu) ou alho-poró (português brasileiro) (Allium porrum ou, segundo J. Gay Allium ampeloprasum var. porrum) é um vegetal que pertence à mesma família (Alliaceae) das cebolas e dos alhos.
Em vez de formar um bulbo arredondado, como a cebola, o alho-francês produz um longo cilindro de folhas encaixadas umas nas outras, esbranquiçadas na zona subterrânea, sendo esta a parte das folhas a mais utilizada na culinária, ainda que a parte verde também possa ser utilizada, por exemplo, em sopas. Para que o bulbo fique de cor branca é necessário proceder à "amontoa", cerca de 30 dias antes da colheita. Tal operação consiste em soterrar quase por completo a planta.
Existe um conjunto de variedades particularmente adaptadas ao frio e que se mantêm prontas para consumo durante o inverno. É mais resistente à geada que a cebola. A planta adapta-se facilmente a qualquer tipo de solo, ainda que prefira solos pouco ácidos ou sensivelmente neutros. É aconselhável também que o solo seja bem drenado. Em geral subdividem-se as variedades cultivares de alho-francês em alho-francês de inverno e de verão. Enquanto que o alho-francês de verão é plantado com vista a uma colheita rápida, o alho-francês de inverno é geralmente colhido até à primavera seguinte ao ano em que é plantado. As variedades de verão são geralmente de menor porte e têm um sabor menos intenso que as variedades de inverno.
Ingredientes para 4 pessoas:
- 450 gr. de batatas novas pequenas
- 1 alho francês grande
- 25 gr. de manteiga
- 2 dentes de alho
- 1 colher de sopa bem cheia de farinha sem fermento
- 300 ml de leite magro
- Sal q.b.
- Pimenta q.b.
- Noz-moscada q.b.
- 2 colheres de sopa de sementes de abóbora
Modo de Preparação Tradicional:
1º Passo: Pré-aqueça o forno a 200ºC. Corte as batatas às rodelas e leve-as ao lume em água a ferver durante 10 minutos, ou até estarem tenras. Adicione o alho francês às rodelas de batata 2 minutos antes de desligar o fogão. Escorra a água e coloque as batatas e alho francês num recepiente refractário.
2º Passo: Derreta a manteiga e adicione os alhos picados. Após 1 minuto adicione a farinha e misture bem. Gradualmente vá adicionando o leite e mexa bem até obter um molho consistente e cremoso. Tempere com sal pimenta e noz-moscada.
3º Passo: Deite o molho sobre as batatas e alho francês. Polvilhe com as sementes de abóbora. Leve ao durante 5-8 minutos, até gratinar. Sirva de imediato.
Receita adaptada da Morrisons Magazine Maio/Junho de 2008.

11/11/2009

Pesto de Manjericão

O pesto "nasceu" em Genoa província da Liguria. É utilizado em massas, sendo a mais usada em Genoa com pesto a trenette, também é usado com gnocchis e para dar sabor a sopas. No caso das sopas o pesto é apenas adicionado antes de servir.
O coração e alma tradicional do pesto é o manjericão. O mesmo nasce de forma natural e espontânea em Genoa, o que leva ao seu sabor e distinção entre os pestos produzidos noutras regiões de Itália e em outros países usando outras variedades de manjericão.
O modo tradicional de se fazer pesto é através da utilização de um pilão, mancerando todos os ingredientes lentamente até todos os sabores se difundirem. Mas pela falta de tempo que temos hoje em dia o mais usual é usar processadores ou a bimby para fazer o mesmo. No meu caso, preferi perder tempo e fazer o pesto à maneira antiga, não levei assim tanto tempo como tudo isso e enchi um frasco com capacidade para 150 ml. E depois desta experiência vou fazer muitas mais vezes e sempre à maneira tradicional.
Ingredientes: - 50 gr. de manjericão (aproximadamente 3 mãos cheias) - 4 dentes de alho picados grosseiramente - 50 gr. de pinhões - 50 gr. de parmesão
- 70 ml de azeite (mais ou menos)
- sal q.b.
Modo de Preparação à antiga:
1º Passo: Levar os pinhões a tostar no forno durante 3-5 minutos a 150ºC.
2º Passo: Colocar algumas folhas no pilão com um pouco de azeite e triturar. Quando começarem a perder volume, adicionar mais folhas e um pouco de azeite, repita o processo até terminar as folhas.
3º Passo: Adicionar uns quantos pinhões, parmesão e alho e misturar muito bem. Ir adicionando um pouco mais destes ingredientes ao manjericão e macere muito bem para ligar tudo.
4º Passo: Transfira o pesto para um frasco. Adicione um pouco mais de azeite para cubrir o pesto, aproximadamente até 0,5 cm acima do pesto.
5º Passo: Poderá ficar armazenado no frigorífico até 15 dias.
Notas: O pesto pode ser feito com outras plantas, tais como espinafres, rúcula, agriões, etc... Fonte: http://www.inmamaskitchen.com/ITALIAN_COOKING/Pesto.html

09/11/2009

Abóbora Manteiga recheada com Carne


Como já tinha referido num post à uns dias atrás, comprei 3 abóboras manteiga, esta foi a segunda receita que fiz com elas. Depois de ver o post da Gasparzinha com Abóbora manteiga recheada, lembrei-me de as fazer recheadas, e assim foi.
Ingredientes para 4 pessoas:
- 2 Abóboras manteiga
- 250 gr. de carne picada
- 1 pimento vermelho
- 3 dentes de alho
- 1 cebola
- 4 colheres de sopa de polpa de tomate
- 8 folhas de manjericão fresco picado
- 10 ml de azeite
- 50 ml de vinho branco seco
- Pão ralado q.b.
- Sal q.b.
- Pimenta preta q.b.
Modo de Preparação Tradicional:
1º Passo: Pré-aqueça o forno a 210º C. Corte as abóboras as meio, retire as sementes com a ajuda de uma colher. Separe-as, passe-as por água e reserve. Coloque as abóboras num tabuleiro e leve-as ao forno durante 50 minutos, nos primeiros 25 minutos coloque uma folha de papel de alumínio, ao fim deste tempo retire o papel de alumínio e junte as sementes das abóboras. Entretanto tempere a carne picada a gosto.
2º Passo: Retire as abóboras do forno e deixe arrefecê-las durante 10 minutos. Retire a polpa. pique-a e reserve. Reserve as sementes. Quando estiverem frias, descasque-as.
3º Passo: Numa frigideira anti-aderente coloque o azeite e leve ao lume, quando o azeite estiver quente junte os alhos picados, e passado 1 minuto a cebola picada finamente. Refogue e adicione o pimento vermelho. Adicione a carne e mexa até a carne estar cozida, junte o vinho e deixe cozinhar por 5-10 minutos em lume baixo.
4º Passo: Junte a polpa de tomate e polpa de das abóboras e cozinhe por 5 minutos. Adicione o manjericão e tempere com pimenta e sal, mexa por 2 minutos.
5º Passo: Recheie as cascas das abóboras com o preparado, polvilhe com pão ralado e com as sementes das abóboras. Leve ao forno durante 10-15 minutos a 200ºC.


Estavam super boas, como no ínicio as levei ao forno durante 50 minutos, pode-se comer a casca e tudo, pois fica super mole e saborosa.
Notas: Não deite as sementes fora, poderá utilizá-las noutros pratos e refeições.

06/11/2009

Pizza de Arroz com Rabanetes

Em casa com 1 Kg. de rabanetes para gastar...Em saladas já estava a ficar um pouco farta, por isso decidi procurar na net a ver o que encontrava, até que encontrei esta receita aqui, e disse: "É mesmo isto!". Coloquei mãos à obra, e o certo é que ficou super bom, aconselho vivamente a quem tem restos de arroz que não são quase nada a fazer somente a base de arroz para pizza e recheá-la com o que quiser, pois vale a pena.
Ingredientes para a massa da pizza (tamanho médio):
- 2 colheres de sopa de azeite
- 100 ml de leite
- 2 ovos
- 2 colheres de sopa de farinha com fermento
- 3 colheres de sopa de mozzarella ralada
- 1 chávena de arroz cozido cheia (com capacidade para 300 ml)
Ingredientes para o recheio:
- 3 colheres de sopa de polpa de tomate
- 8 rabanetes pequenos ralados
- 1 cebola às rodelas
- 100 gr. de mozzarella ralada
- 1 colher de sopa de oregãos
- 6 azeitonas pretas
- 1 fatia de fiambre grossa cortada aos cubos
Modo de Preparação Tradicional:
1º Passo: Pré-aquecer o forno a 200ºC. Com uma vara de arame misture o azeite com o leite e os ovos. Junte o arroz, farinha e queijo e misture tudo muito bem.
2º Passo: Forre a forma de uma pizza média com papel vegetal e por cima disponha a massa preparada. Uniformize a massa com a ajuda das costas de uma colher, leve ao forno durante 15-20 minutos, ou até a massa estar dourada.
3º Passo: Retire do forno. Coloque a polpa de tomate e espalhe por toda a superficie da pizza, por cima coloque a cebola, fiambre, rabanetes ralados, queijo, azeitonas e oregãos. Leve de novo ao forno por mais 15-20 minutos, ou até os ingredientes estarem cozinhados.


Notas: Aconselho a se fizerem arroz de propósito para este fim, que não o deixem cozer muito. O arroz deverá ser usado no ponto antes de estar cozido.
Fonte: Receita ligeiramente adaptada daqui.